31.12.10

Acabei de preparar a minha parte da ceia de hoje. O lombo está assado, a farofa feita e o salpicão pronto. A calda de frutas vermelhas eu fiz ontem. Está pronto também o creme brûllé, depois de quase 3 horas de longa batalha.Fiz tudo como pedido na receita, só que nada do troço encorpar.
Nem sempre dá tudo certo.Parei e fui consultar o Olivier Anquier. Ele fala de um tal de choque térmico que eu não dei, porque na minha receita não tinha.Apelei para a mãe de todos os cremes, o amido de milho. Duas colheres de sobremesa para duas receitas de creme foi o suficiente para deixar uma consistência firme, mas bem cremosa. O sabor também ficou um arraso, acho que por conta da fava de baunilha.Os potinhos estão lá na geladeira. Mais tarde faço o caramelo com o maçarico.Estou esperando pelas fatias douradas, ou paridas, que minha mãe está preparando.É aquele tipo de pecado permitido uma vez por ano.
O Caveirinha foi operado ontem.Voltou prá casa bem manhoso e com um curativo de perna inteira.Depois de passado o efeito da anestesia comeu com vontade, pela primeira vez, desde o "incidente". Hoje cedo comeu para tomar os remédios e depois dormiu por conta do analgésico à base de morfina. É bom que ele apague um pouco porque acordou todo animado e já estava saltitando por aí. A veterinária disse que daqui há uns 10 dias ele já estará apoiando a perna esquerda.

29.12.10

No final de agosto foi lançada nas bancas uma coleção do Chico Buarque. Como não sou uma pessoa muito constante acabei comprando um ou outro volume, mas ainda estou atrás dos primeiros. A qualidade do som dos Cd's é excelente.E dos discos que tenho escutado ultimamente tenho lá minhas músicas favoritas e essa é, sem dúvida, uma delas. Acho a letra sensacional, super franca e verdadeira, para todos aqueles que acham que possuem um grande amor.
É tudo mentira! É tanta coisa que existe, tanto sentimento, mas um grande amor, sei lá...eu só acho que não dá prá colocar a mão do fogo com o coração de fiador. Mas a gente bem que pode continuar acreditando que existe mesmo um grande amor, que é bem melhor do que carregar no peito uma pedra, mesmo que ela seja uma turmalina.

27.12.10

Ah...se todos os dias fossem assim, que maravilha seria!
Sem trânsito, estacionamento não muito cheio e elevador quase vazio. Parece até que o trabalho rende mais. A veterinária conseguiu marcar somente na quinta cedo para colocar a perninha do Caveira no lugar. Amanhã preciso dar um pulo na filial e aí já sei foi o dia. Espero que a estrada esteja tão vazia quanto a cidade. Na quarta fecho o mês na matriz, na quinta fico por conta do cão e na sexta vou prá cozinha outra vez.
Como acontece todo ano, no início somos só nós e com a proximidade do dia 31, a minha lista vai aumentando. Já estamos em 12.
Resolvi fazer um lombo (que não dá trabalho), farofa (que faço bem) e salada (uma que todo mundo coma).Preciso definir um molho para o lombo, que acho que vai ser de ameixas. A farofa faço uma clássica bem colorida. Já a salada, quero um tipo salpicão. E de sobremesa pensei num creme brulée com calda de damasco.
Eu que não sou boba nem nada vou pegar a receita da Ana Maria Braga, que já foi testada. E não tenho vergonha em admitir que gosto dela.Gosto da forma como ela ajuda as pessoas, mesmo que alguns digam que com patrocínio é fácil.
Conheço muita gente que pararia de trabalhar com a metade do dinheiro que ela tem.Mas não, toda manhã lá está a Ana Maria apresentando seu programa, chova ou faça sol.E não importa se ela não dormiu bem ou se está com cólica, dor no pescoço ou no joanete.Outros dizem que ela faz isso para auto promover-se. Como se ela precisasse de mais promoção.
Mas enfim, vou finalizar minha ceia com uma travessa de frutas frescas.E as bebidas, os convidados trazem.Agora vou atrás de uma romã...porque essa nunca pode faltar!

26.12.10

A Eugénia, do É Tudo Gente Morta, nos trouxe esse poema do Jorge de Sena para falar da relevância dos versos.
Esqueci todo o resto e me perdi nesses:

ODE AO DESTINO

Destino: desisti, regresso, aqui me tens.

Em vão tentei quebrar o círculo mágico
das tuas coincidências, dos teus sinais, das ameaças,
do recolher felino das tuas unhas retracteis
— ah então no silêncio tranquilo, eu me encolhia ansioso
esperando já sentir o próximo golpe inesperado.

Em vão tentei não conhecer-te, não notar
como tudo se ordenava, como as pessoas e as coisas chegavam em bandos,
que eu, de soslaio, e disfarçando, observava
para conter as palavras, as minhas e as dos outros,
para dominar a tempo um gesto de amizade inoportuna.

Eu sabia, sabia, e procurei esconder-te,
afogar-te em sistemas, em esperanças, em audácias;
descendo à fé só em mim próprio, até busquei
sentir-te imenso, exacto, magnânimo,
único mistério de um mundo cujo mistério eras tu.

Lei universal que a sem-razão constrói,
de um Deus ínvio caminho, capricho dos Deuses,
soberana essência do real anterior a tudo,
Providência, Acaso, falta de vontade minha,
superstição, metafísica barata, medo infantil, loucura,
complexos variados mais ou menos freudianos,
contradição ridícula não superada pelo menino burguês,
educação falhada, fraqueza de espírito, a solidão da vida,
existirás ou não, serás tudo isso ou não, só isto ou só aquilo,
mas desisti, regresso, aqui me tens.

A humilhação de confessar-te em público,
nesta época de numerosos sábios e filósofos,
não é maior que a de viver sem ti.
A decadência, a desgraça, a abdicação,
os risos de ironia dos vizinhos
nesta rua de má-nota em que todos moramos,
não são piores, ah não, do que no dia a dia sem ti.
É nesta mesma rua que eu ouço o amor chamar por mim,
é nela mesma que eu vejo emprestar nações a juros,
é nela que eu tenho empenhado os meus haveres e os dos outros,
nela que se exibem os rostos alegres, serenos, graciosos,
dos que preparam as catástrofes, dos que as gozam, dos que são as vítimas.
É nesta mesma rua que eu
ouço todos os sonhos passar desfeitos.

Desisti, regresso, aqui me tens,
coberto de vergonha e de maus versos,
para continuar lutando, continuar morrendo,
continuar perdendo-me de tudo e todos,
mas à tua sombra nenhuma e tutelar.


E trago essa música da Katie Meluá para completar o quadro:


25.12.10

Como a cidade parou na quinta feira, parece até que amanhã é segunda feira, mas não, é Domingo, aquele dia que também não é dos meus favoritos, considero-o chatinho. Aliás acho que a chata sou eu, mas tudo bem.
O Caveirinha continua de molho, a veterinária não conseguiu fazer a redução na sexta feira, o consultório estava cheio de urgências.Tá mais alegrinho, mas a perna ainda dói. Mas semana que vem deve diminuir o sofrimento.No restante, a tranqüilidade impera.
Agora já comecei a pensar no Ano Novo, embora ainda tenha cinco dias de trabalho pela frente.Eu sei que nada muda de um ano para outro, mas tenho sempre aquela ilusão infantil de que tudo poderá ser diferente. E para melhor!
Decidi não me mudar, pelo menos no próximo ano.Precisarei ir mais vezes à filial, mas tudo bem que a estrada até me relaxa.No ano que vem tirarei férias de verdade, o que é uma excelente pedida, depois de um ano absurdamente intenso, corrido e surreal.
Neste ano, as perdas e danos sofridos pelas crianças do abrigo me atingiram demais. Preciso trabalhar melhor isso se quero realmente ajudá-las.Foi um ano em que chorei demais por elas.
Agora que retomei o fortalecimento do físico preciso trabalhar melhor o fortalecimento do espírito.Porque afinal, o ego está muitíssimo bem trabalhado.
O meu infalível arroz com amêndoas arrancou suspiros por onde passou ontem e hoje. O segredo é ser o mais natural possível.O caldo de frango do arroz foi feito com peito com osso, sal, cebola, salsinha, alho poró, salsão e cenouras.O arroz foi cozinhando no fogo baixinho, para ficar soltinho e uniforme.As amêndoas eu mesma descasquei e fatiei.Essas compradas já fatiadas não são a mesma coisa.E levei 20 minutos para torrá-las na manteiga, com fogo baixo e muita paciência.Se tiver pressa, já era. Outro segredo é só adicionar as amêndoas na hora de ir para a mesa.
E assim caminhamos...
Deixo um black coffee prá vocês :o)

24.12.10

Esperança de Natal

Me perdoem, mas se vocês não quiserem se aborrecer com imagens fortes e reais, não assistam ao video abaixo. Hoje é Natal, ou então véspera dele.E todo mundo tem sempre um desejo ou um pedido à fazer seja lá para o Papai Noel, à Estrela guia ou então Jesus Cristo.
E essa música do Lennon traz à tona uma questão que anda me preocupando um bocado nos últimos meses.Afinal no último dia 23, ontem, a Coréia do Sul realizou testes militares pesados e a Coréia do Norte se prepara para uma guerra nuclear.
Para assistir ao video, é preciso clicar aqui.
E só o que desejo na noite de hoje e também nas próximas que virão é que as duas Coréias encontrem um bom termo e façam uma negociação que evite o deflagar de uma nova guerra que fatalmente ameaçará a paz mundial.
Tenham todos um feliz natal!

23.12.10

Saí mais cedo do trabalho hoje justamente para adiantar algumas coisas para o Natal. Mesmo não gostando de comemorá-lo a noblesse oblige. Eu, que gosto de deixar tudo já no jeito antes de colocar a mão na massa, fui pega de surpresa por outros desígnios.
Voltei por volta das 3:30h, deixei umas coisas sobre a mesa da sala e entrei no carro outra vez para buscar os Cupcakes de Natal. Quando acelerei escutei um ganido.Meu coração gelou e nem sei ao certo como é que consegui dar ré.
Saí do carro e vi o Caveira ganindo no chão. Caveira é o novo cão aqui de casa, foi jogado na rua e resgatado pelo cara metade.Chamei meu filho, aliás fiz um escândalo mais ou menos bom.Eu estava quase em pânico e logo eu que costumo manter a calma em situações extremas.
Mas nesse caso EU é que tinha sido o agente causador do acidente.
No início ele não se mexia e logo pensei que ele havia quebrado a coluna, afinal desgraça pouca é bobagem.Mas logo em seguida, mesmo chorando, conseguiu levantar e se apoiar em três pernas.Por exclusão, o problema era então na única perna que ele não colocava no chão.
Eu tentava ligar na veterinária e não conseguia até que meu filho tentou e conseguiu.Ele estava bem mais calmo que a mãe.
Nossa super ultra top simpática e competente veterinária não estava na clinica mas nos mandou ir prá lá. Eu tenho tanto bicho aqui em casa e também distribuído pela família que uma simples ida à clínica é quase um chá das cinco.O Caveirinha parecia o Príncipe da Inglaterra. A clínica toda parou para mimá-lo enquanto a doutora não chegava.
Ela chegou, atendeu outro paciente que já estava esperando antes de nós e logo foi ver aquele bibelô fofo, brincalhão, escandaloso e que tem somente 5 meses e que atende pelo simpático nome de Caveira.
O diagnóstico foi fratura de fêmur. Ela só não sabia precisar exatamente em que altura do osso estava a fratura e de que tipo era, porque a região estava muito inchada.
De lá tivemos de ir para uma clínica que faz raios X. O coitadinho estava tão sentido e choroso que ela aplicou-lhe além de analgésico e anti inflamatório, um sedativo.Acho que ele vai dormir a noite toda.O fêmur quebrou bem no meio e encavalou.Amanhã ela vai sedá-lo outra vez e colocar o osso no lugar.Assim espero!
E eu estou péssima.Sei que não foi de propósito e que eu não o vi debaixo do carro...mas eu fiquei arrasada de vê-lo sofrer.Ela diz que ele chora mais porque é filhote, aí eu fico pior ainda.Agora ele dorme e só de vez em quando dá uma reclamadinha.

Enquanto isso a Priscilla, dos Cupcakes, me esperava para entregar os bolinhos.Cups estes que eu deveria ter pego ontem, mas tudo bem, porque ela é uma fofa e super compreensiva.Mas enfim, deu certo!
Voltei prá casa, acomodei o Caveira, tomei litros de água e um banho.Depois sentei-me na poltrona e não resisti, comi um maravilhoso e confortador Cupcake com massa branca e amêndoas, recheado com geléia de framboesa e coberto com brigadeiro e lascas de amêndoa. Obrigada, Pri!!!

22.12.10

Às portas de 2011

Tenho uma queda pelas palavras de Quintana e poderia compartilhar aqui praticamente toda a sua obra.Tento escolher entre uma e outra poesia para começar o encerramento do meu ano.
Mas quanto mais leio, mais indecisa fico.

Deixo primeiro um

BILHETE

Se tu me amas,
ama-me baixinho.
Não o grites de cima dos telhados,
deixa em paz os passarinhos.
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,

tem de ser bem devagarinho,

Amada,

que a vida é breve,

e o amor

mais breve ainda.


Pensando já em 2011:

SEISCENTOS E SESSENTA E SEIS

A vida é uns deveres que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são 6 horas: há tempo...
Quando se vê, já é 6ªfeira...
Quando se vê, passaram 60 anos...
Agora, é tarde demais para ser reprovado...
E se me dessem - um dia - uma outra oportunidade,
eu nem olhava o relógio.
seguia sempre, sempre em frente ...

E iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas.

E também para não esquecer que sempre existe um :

POEMINHA DO CONTRA

Todos estes que aí estão
Atravancando o meu caminho,
Eles passarão.
Eu passarinho

E só mais um pouquinho de Doors, que não faz mal:

21.12.10

Tem dias que precisam começar com muito otimismo!


Mas tudo bem, porque hoje estou super otimista!!!

19.12.10

Nem sei porque cargas d'água eu escutei muito mais The Doors do que The Beatles. As pessoas falam em influências, formação e tal e prá falar a verdade nem me lembro quando é que comecei a escutar Jim Morrison. Gosto de todas as músicas e uma em especial, passei a gostar mais ainda depois do filme do Oliver Stone. Abaixo apresento duas versões sobre o mesmo tema:



18.12.10

As palavras da Layla num comentário anterior, sobre o sonho de onde gostaríamos de viver, me levaram um pouco mais para dentro da floresta. E aí me lembrei de Galadriel, mais ou menos que um avatar meu, desde as primeiras páginas que folheei de Tolkien.
A minha identificação com ela foi quase que imediata, temos muito em comum.Mesmo hoje que ando meio afastada de mim mesma, mas em franco processo de reaproximação.Outras pessoas me viam nela também e eu gostava disso, considero-a uma personagem do bem.
Tudo isso aconteceu muito antes de Peter Jackson dar à ela o rosto de Cate Blanchett.E gosto muito dessa letra que faz referência à Senhora de Lothlórien, do Within Temptation: World of Make Believe.
Título este que não podia ser mais apropriado para um local aonde gostaria de me refugiar algumas vezes.E nem sempre nas horas mais duras, mas também naqueles dias mais leves.
Lá talvez eu acreditasse em quase tudo o que me dizem!


On golden wings
She flies at night
With her dress
It's blinding white
Countless diamonds
And her long blond hair
The queen is coming
So you'd better be aware

Her plants and flowers
They are never the same
Blue and silver
It's all her game
flying dragons
And enchanted woods
She decides, she creates
It's her reality

In her world
Of dreams and make believe
She reigns forever
With all her glory

Unicorns appear in her sight
Her fireflies
Lead her trough these woods
At night
In search of the legendary amulet
And it's secrets

In the big oak
There is a door
Wich will lead her
To the wizard's shore
And she'll ask him
For the wind to sail her home
To the world where she belongs

In her world
Of dreams and make believe
She reigns forever
With all her glory
In this world
Of endless fantasy
She makes it happen
It's her reality

In her world
Of dreams and make believe
She reigns forever
With all her glory
In this world
Of endless fantasy
She makes it happen
It's her reality
E já que o dia começou mesmo, vou ver a cara da rua e enquanto isso deixo que um violino fale por mim, ok?

Eu queria entender porque é que uma linda e clara noite de sexta feira tem tudo para ser uma excelente noite de sono, mas não é.
Fazia tempo que eu não tinha uma noite tão mal dormida assim.
Eu dormia e acordava constantemente, foi um terror.
Fora que hoje acordei um caco.
E até que ontem foi um dia tranqüilo, fui ao médico de onde fugi por três anos, mas ele disse que aparentemente está tudo bem.Pois eu digo que está tudo ótimo!
Tudo bem que devemos fazer controle ou check up, mas ir ao médico religiosamente à cada 12 meses eu acho um pouco de exagero. Sou da época em que íamos à médicos só quando estivéssemos sentindo alguma coisa.
Mas enfim, em janeiro faço os exames pedidos, volto lá e acabou.
Mas voltando à Dezembro, o que eu gosto mesmo dessa época é que a cidade fica vazia
Ontem, no prédio do escritório, algumas pessoas já começaram a se despedir no elevador.Eu acho ótimo, porque pelo menos o trânsito do elevador diminui.Das 432 salas, acho que menos da metade trabalhará na próxima semana.Nós trabalharemos até quinta feira!
Mas com certeza, não é isso que me tirou o sono :o)

16.12.10

No meu aniversário eu ganhei uma cerejeira plantada no jardim. Os meses se passaram e depois de muitas águas que rolaram por aqui, hoje fiquei observando-a. Ela já tem bem mais de um metro de altura e suas folhas estão fortes e saudáveis.Agora é só esperar que uma hora as flores apareçam. E torcer para que isso aconteça porque o clima aqui não é dos mais propícios.
Enquanto isso vou namorando as flores alheias...

Não devemos questionar o salário do Presidente da República, afinal é um representante eleito pela maioria. E é justo que um Presidente de uma nação como o Brasil ganhe bem.
Agora, aumento de 61,8% para os demais parlamentares num país aonde o salário mensal de um sujeito que trabalha oito horas por dia, num total de 44 horas semanais, é R$ 510,00, aí já acho um pouco demais. Existe uma previsão para que ele suba para R$ 538,15. Pelas minhas contas isso dá mais ou menos 5,5% de aumento.

13.12.10


Tem dias em que meu sonho de consumo é deitar numa cama do tipo 4x4, com uns 10 travesseiros, acompanhada ou não. Eu faria bom proveito em qualquer uma das opções.

11.12.10

Eu já devo ter dito por aqui que não gosto de festas de Natal. E isso desde pequena, quando eu no começo tinha medo e depois desconfiava da figura do Papai Noel. Sempre tive um bom ouvido e quando passei a associar as vozes às pessoas, acabou a farsa.
Depois vinha a história do nascimento de Jesus, que pouco depois, quando descobri o significado da Semana Santa, encaixou-se muito bem à minha aversão às festas. Eu não concordava com todo aquele luxo reinante nas comemorações de Natal, quando na realidade o tal Jesus de quem tanto falavam nasceu numa manjedoura, depois que seus pais precisaram fugir da sua terra natal, porque ele, mesmo ainda sem nascer já era jurado de morte.
Mas enfim, o Natal, dizem, serve para reunir as pessoas.Desde que minha tia morreu, todos os anos fazemos um Pré-Natal com meus primos e suas famílias. Sim, aquela menininha pela qual sou apaixonada, que hoje tem 5 anos de idade e que minha tia não conheceu, é filha do meu primo mais novo.
Outro dia comentei que não tive contato com avós. Buscando pela memória descobri que na família da minha mãe faltaram mães.Minha avó era a única mulher entre todos os filhos. Ela teve duas filhas, minha tia e depois minha mãe.
Do segundo casamento do meu avô, nasceram também duas filhas que nunca tiveram filhos e não pretendem mais ter. Minha avó morreu seis meses antes do meu nascimento. Assim como minha tia, ela também não conheceu sua única neta. Que no caso da minha tia é aquela menininha linda por quem sou apaixonada.Daí que, de todas essas avós e tias, só sobrou minha mãe.
É meio confuso, né? O fato é que sempre faltaram mães na familia da minha mãe. Ou então, tudo sempre girou em torno de uma única mãe e faltaram avós.E todos sobrevivemos à isso.
Apesar dos quase quarenta graus eu ainda me animei e preparei um pavê com biscoitos champagne embebidos em vinho do porto Vintage, para o almoço de amanhã. Na verdade, é uma das sobremesas que eu faço que minha mãe mais gosta e ela merece!
Quando estou em paz gosto do silêncio e é nele que percebo quão efêmera é essa nossa vida. Penso nas pessoas que conheço e é inevitável que a tristeza chegue aos poucos para me fazer companhia. São tantas vidas desperdiçadas por tão poucos motivos.São vidas de mentira.
Na tentativa desesperada de serem felizes, correm na direção contrária.Estão surdos, estão cegos e como o Homem de Lata, sem coração.A vida pulsa dentro deles, mas não o impulso que nos faz mudar, lutar, fazer valer a pena.São escravos dos medos e das circunstâncias.
Não que eu seja perfeita, estou bem longe disso, mas à cada manhã tento me desvencilhar do que me prende, daquilo que pode me impedir de ser feliz. Deixei aquelas pequenas e mesquinhas coisas prá lá.A vida tem que ser muito mais do que um pequeno aborrecimento, uma palavra presa na garganta e a vontade de esganar alguém.E tudo passa!

9.12.10

Eu tive uma amiga, ela anda prá lá de sumida, repórter global em São Luis do Maranhão, que era fã da Rita Lee e simplesmente a pessoa mais apaixonada por Zeca Baleiro que eu já conheci.
Ela era remediavelmente feliz, casada com um sujeito todo errado, que para ela talvez fosse o certo. Ela cortou relações com toda a família e saiu de casa por causa dele e por amor levava uma vida dura.
Mas se o Zeca dissesse Vem!, eu tenho certeza que ela iria.
Hoje, escutando essas músicas acho que compreendi um pouco dessa paixão por ele. Ela o entrevistou algumas vezes e sempre dizia que de sua boca não saiam palavras e sim poesia.



Run, Fofa, Run!

Tem dias em que chego em casa esgotada.Também pudera, fazendo o controle de quilômetros rodados para tentar entender se é melhor abastecer com gasolina ou etanol, descobri que na última semana rodei uma média de 350km por dia. E no meio tempo dei conta da casa, do filho, do trabalho, do cinema e dos animais aqui de casa.Dois deles estão com a tal tosse do Canil.
E ainda não consegui chegar à uma conclusão sobre qual combustível é melhor.
Me prometi desacelerar depois do dia 20 e o melhor de tudo é que hoje tem Pilates!!!
Uma excelente quinta fora para todos :o)

8.12.10

Terminamos de filmar a última tomada da última cena às 23:30h. E já que quando é para criticar eu critico e para elogiar eu elogio, a atriz principal estava ótima ontem.
Simpática e comprometida com o trabalho, principalmente na última cena.Não reclamou de nada, nem fez careta.E estávamos todos tão envolvidos com esta cena específica que ninguém lembrou de fotografá-la.Era uma externa e a noite estava simplesmente maravilhosa.Ela ficou tão perfeita que depois do Corta! Valeu!, todos aplaudiram.Era o final de meses de trabalho.
Os atores e equipe técnica foram dispensados.Só em maio do ano que vem é que devemos voltar a filmar. Agora começa o trabalho de edição.Editar imagens até que é fácil, pior é o som.Por mais cuidado que tenhamos durante as gravações, como o controle dos microfones e tal, sempre é preciso corrigir uma coisinha aqui e alí.Os atores não gostam muito da equipe de som. Porque qualquer ruído que o técnico escute no fone de ouvido, é preciso refazer a cena.

Se bem que na edição podemos selecionar a melhor imagem com o melhor som das diversas tomadas. Embora os editores ajudem bastante, eles não operam milagres.E só para garantir sempre é melhor rodar outra vez.
Como por aqui hoje é feriado, pude dormir até às 10 da manhã e me prometi não fazer nada, no máximo brincar de casinha.
Delíciaaaaaaaaaaaa......

7.12.10

Eu gosto muiiito de quem:

Fala uma coisa e faz outra
Sente uma coisa e diz outra
Come uma coisa e quer outra
Deseja uma coisa e confessa outra
Promete uma coisa e cumpre outra

6.12.10

Ontem foi o penúltimo dia de filmagem e amanhã será o último. Não vou reclamar da atriz principal porque na verdade mal nos falamos nas últimas locações.E certamente esse diálogo não faz falta.
Voltamos mais uma vez à estação de trem. E para minha alegria, ontem o trânsito estava agitado por lá.Eu gosto do leve tremor que dá na sola dos pés enquanto passam os vagões. O som característico e o balanço dos vagões me lembram a infância.Muitas vezes, em viagens curtas de trabalho, meu pai me levava com ele, principalmente quando a viagem era de trem.

E quando a gente faz o que gosta até o cansaço é gostoso. Tivemos, inclusive, alguns momentos de descontração no nosso set improvisado de maquiagem.Todo novo filme acaba sempre trazendo novas pessoas para o grupo.E dessas, uma ou outra acaba nos acompanhando nos próximos projetos.Quando não é a recompensa material que importa, elas acabam ficando.Sou uma canceriana de ideais e gosto de ver que não estou sozinha.

Ontem trabalhamos com uma equipe não muito grande, estávamos em 16 pessoas e saiu tudo no compasso. Ao lado da velha estação abandonada foi montada um tenda aonde eram dados os últimos retoques nos elementos do cenário. Nossa diretora de Arte finalizava as cartas de baralho que seriam usadas na última cena do dia.Nem o calor de quase 40 graus, à sombra, foi capaz de tirar o bom humor da equipe. Foi um dia que rendeu, e a chuva só chegou depois de guardado o último equipamento no porta malas.Obrigada, São Pedro!


4.12.10

Bom dia, dia!!!
Há meses que eu não sabia mais o que é acordar às 9 da manhã...dormi feito uma pedra depois de uma sexta feira prá lá de puxada, me desdobrando entre trabalho e a função de ser pai e mãe ao mesmo tempo.Se bem que sair de casa à meia noite e pegar a estrada, debaixo de uma chuva fina, para buscar o filho na cidade, é uma experiência que eu considero quase divina.Por causa da garôa, a estrada estava vazia.Abri a janela para sentir o vento fresco, depois de um dia prá lá de abafado.
Tudo lindo e maravilhoso, mas nem mesmo o Perfect Day que tocou no rádio me ajudou a pensar no final do roteiro que estou escrevendo. Depois de 19 cenas, empaquei na 20.E por sinal já tenho da 21 à 24 escritas.



Amanhã saio antes das 6 da madrugada para uma externa que precisa ser realizada no comecinho da manhã.E depois de um dia de filmagens é capaz que a minha cena 20 saia.E mais umas 2 ou 3 está pronto o roteiro.
Então, voltando à noite de ontem...estava tudo lindo e maravilhoso até que mudei o dial do rádio.
Aí começou a tocar uma música que me faz chorar todas as vezes que eu a escuto:



Prá falar a verdade nem sei explicar porque é que ela me toca tanto, mas enfim o meu horóscopo de ontem disse que a Lua em contato com Netuno deixaria os cancerianos mais emotivos. Vai ver que é isso!
No caminho de volta tocou essa aqui e viemos cantando alegremente pela estrada afora...


Tenham todos um excelente final de semana!!!

3.12.10

Sempre me disseram que as pessoas precisam procurar fazer o que gostam.Na verdade eu gosto da minha família e aprendi a gostar do meu trabalho.Gosto de escrever cinema e de ver as cenas na tela. Gosto de assistir à filmes, qualquer gênero, mas não que eu goste de todos.Não gosto de comédias ofensivas, detesto o exagero do sangue esguichando dos filmes de terror e os filmes de guerra não me fazem bem.
Agora eu descobri que gosto de Pilates!
Eu tinha a idéia de que Pilates era para pessoas de porte atlético e que eu aqui, quase uma representação de Ganesh, com um corpo avantajado e perninhas roliças, não teria condições de executar os exercícios.


Mas que nada! Tive a sorte de conhecer uma instrutora caída do céu. Quando ela me orienta e demonstra a posição angel arms chego quase a ver asas saindo por trás dos seus ombros.É graças a atenção e determinação tanto dela quanto minha que estou evoluindo a cada semana.E sempre saio da aula melhor do que entrei. Com o corpo e a mente em total harmonia.

1.12.10

Hoje é um dia com muitas perspectivas, muito trabalho e nem tudo são flores.
Mas dá para encontrar um tempinho para comemorar o Dia Mundial da Luta contra a Aids.
Uma luta que deve ser constante!!!
Por todos aqueles que já possuem o vírus, como também pelos que poderão carregar o HIV no futuro. Nos últimos anos diminuiu o número de crianças nascidas com o vírus, mas estamos longe do ideal, que é evitar que bebês saiam do útero já carregando não só o vírus como também o estigma.
Deixo um abraço apertado para todas as crianças que precisam muito que a luta continue!

Arbitrariedade segundo o Dicionário Aurélio: sf, qualidade de arbitrário; ação arbitrária.
Ou seja, é a ação onde a resolução de um problema ou mesmo a implementação de mudanças, recursos ou decisões depende apenas do desejo de quem a elaborou.

Isso cansa!

28.11.10

Minha sobrinha mais velha não estava presente no almoço de sábado, estava na casa de uma amiga. Mas soube que ela está sofrendo de amor. É sua primeira decepção amorosa e não tem como convencer uma adolescente de 15 anos que isso passa, ou então que não vale a pena tanto sofrimento.A gente cresce a coisa melhora, eu juro!!!
Ficam aqui duas musicas que retratam bem essa fase e a posterior também:


A midia nos bombardeia com informações do Rio de Janeiro. O sucesso de Tropa de Elite 2 está claramente expresso no apoio que a ação têm recebido da opinião pública. Eu prefiro ficar alheia à esta questão.Também porque já tem bastante gente e bem mais gabaritada que eu comentando, como o Luiz Eduardo Soares e o Jorge Marcio Pereira de Andrade.
Ontem fomos comemorar o aniversário da sogra na capital.Estava ótimo, porque afinal tenho sobrinhos fofos e maravilhosos. Essa coisa de que não existem favoritos é balela. Existe a cumplicidade, a atenção e principalmente o carinho, que é determinante numa relação.
Tenho um só sobrinho e com ele o relacionamento é bem tranqüilo. Conversamos bem, temos alguma coisa em comum e sua postura diante do mundo e das pessoas muitas vezes me surpreende. Gosto de como ele é.
Das minhas quatro sobrinhas, uma é especial. Ela é intensa, me abraça, me aperta, me enche de carinho! A recíproca é absolutamente verdadeira. É minha companheira de facebook e de escrita. Aos dez anos e acabando agora o ensino primário, teve a redação premiada no final deste ano e na sua formatura (de primário) subiu ao palco para ler sua produção. Ela é engajada e determinada. Confessa que ficou nervosa quando olhou para a platéia, mas foi em frente. Gosto da forma como ela cuida dos outros :o)
Essa música do Nando Reis fala exatamente do cuidar que considero tão importante!

26.11.10

Fuçando no YouTube me deparei com esse video que achei bem bonito e decidi compartilhá-lo com vocês. Não quero discursar sobre o que foi feito dos índios pelos planeta.Minha posição sobre o respeito sobre todas as formas de vida é bem clara. Mas agora relaxem e aproveitem a música, ok?
Que batam os tambores...

Violência contra a Mulher

Numa semana em que muito falamos e escrevemos sobre a Violência contra a Mulher, deixo para hoje um video que mostra muito mais do que duas bem sucedidas bandas tocando juntas. Mostra o respeito e a delicadeza com os quais a mulher merece ser tratada. Bono é mesmo um Gentleman!
Escrevi um texto um pouco mais pesado para o Borboletas, à convite da sempre tão amorosa, gentil e fofa Luciana. Façam uma visitinha e aproveitem para conhecer a opinião dos outros autores.
Mas aqui quero deixar a idéia do oposto, da forma como a mulher deve ser tratada. Ela deve ser reconhecida no seu trabalho, seja ele doméstico ou profissional. Deve ser mimada sim, afinal quem disse que homens também não o são. O homem não vai ser menos homem se abrir uma porta, puxar uma cadeira ou aguardar que a parceira escolha primeiro.Flores podem ser ofertadas à qualquer tempo!
Mulher gosta de elogios, de acolhida, de carinho, de pausas, de atenção e até mesmo de desafios, quando saudáveis.
A data sobre a Violência pode servir também para que os homens reflitam sobre a forma como andam tratando as mulheres da sua vida, porque, afinal, existem diversas formas de violência, e não só a física. Tenham todos um excelente final de semana!!!



24.11.10

Tem dias em que acredito que estejamos vivendo no Caos.
O Rio de Janeiro vive um estado de guerra.Os traficantes espalham medo e terror. Um sentimento parecido deve estar rondando a cabeça dos coreanos.E parece que não há mais esperança para as famílias dos mineiros soterrados na Nova Zelândia.Temos ainda 3 mortos e 6 desaparecidos num acidente em uma mina de carvão na Colômbia.
O Camboja enterra amanhã 378 pessoas que morreram durante um Festival e o Primeiro Ministro declarou Luto Nacional.E enquanto isso no Haiti, médicos anunciam que a epidemia de cólera se dissimina rapidamente e que levará meses para contê-la.

23.11.10


Coisa boa para eu me reconectar ao meu eu mais generoso e compreensivo!
Na verdade respirei fundo três vezes e decidi ter um pouco mais de paciência, afinal nem sempre as coisas saem como queremos, não é?
Hoje também aproveitei uns minutinhos livres para escrever um texto para o Borboleta nos Olhos sobre o Dia Internacional para o Fim da Violência Contra Mulheres. E pensando melhor sobre a minha posição enquanto mulher, não devo reclamar.Pelo contrário, que eu sirva de exemplo. (Barbaridade, mas eu me acho mesmo...)
Mas a semana não está acabando. Hoje visitei a filial e estava tudo em paz por lá. Só por lá, porque já soube que amanhã terei uns pepinos para resolver na matriz.Tudo seria bem mais simples se as pessoas soubessem se relacionar. Se existisse mais respeito e se cada qual fizesse o seu trabalho sem cuidar do trabalho alheio. Já sei que amanhã administrarei egos. (E de Egos eu entendo...)
Mas quem é que não tem aborrecimentos, não é?
Na verdade não vejo a hora de ir para o escritório amanhã. Não gosto de mal entendidos. Amanhã a paz há de reinar outra vez!
Summer Wine... Strawberries, cherries and an angel's kiss in spring... lá lá lálálá..lá...

22.11.10

Hoje só o café salva!
Depois de uma noite extremamente quente e mal dormida eu só podia acordar com a cabeça pesada.Em seguida veio o noticiário, que eu nem deveria ter assistido.Eu simplesmente detesto tomar todo e qualquer tipo de remédio, mas se a coisa não melhorar vou ter que apelar para um analgésico porque o dia mal começou.
Ontem à noite me irritei com a atriz principal do filme que estamos rodando.Depois de se estranhar com quase toda a equipe técnica, foi a minha vez de tentar falar com ela.Ela é imatura, mal educada e ainda se valoriza demais.
Faltam somente três cenas para fechar o filme e agora ela deu de dificultar as coisas.O que ela parece não entender, ou pouco se importar, é que para ela colocar o rostinho bonito dela na tela é preciso uma equipe mínima de pelo menos 10 pessoas nos bastidores.Ou seja, cada vez que ela muda de idéia, de horário e de data, ela altera a programação de mais um monte de gente.
Agora, no finalzinho, ela deu de reclamar que não ganha nada com esse projeto. Ela pode até não estar tendo benefícios financeiros, mas é a primeira vez que ela roda um filme e esse material serve de divulgação para o trabalho dela.
Como o filme não é meu, eu tento não fazer muitas críticas.Mas essa menina, comigo não trabalha mais. Ela é pedante, egoísta, mimada, insegura, infantil e extremamente mal educada, grossa mesmo. Fora que eu, particularmente, achei que ela esteve melhor nos ensaios do que nas cenas definitivas. A atriz que a trouxe para o grupo, pelo contrário, é excelente, bem educada e extremamente profissional.Só que ela não tinha o perfil para o papel.
Poucas vezes eu reclamo de uma pessoa, pois primeiramente eu tento compreendê-la, mas no caso dessa menina a minha compreensão, aquela infinita, acabou. E ainda filmamos com ela nos dias 01, 05 e 07 de dezembro.

21.11.10

Ontem foi comemorado por aqui o Dia da Consciência Negra. Não esqueci, não.
Eu estava ainda me recuperando da correria da semana passada.
Hoje, já descansada e renovada, posso escrever sobre um assunto que muito me interessa e que reflete diretamente no meu viver.
Ter consciência, é sentir, com penar, que meu filho é o único negro do seu círculo de amizades.
Num dia reservado para pensar no negro como cidadão, qual o lugar que queremos para as chamadas minorias?
Em 28 de agosto de 1963, no Lincoln Memorial em Wahington D.C. Martin Luther King falou num discurso que passou para a história: I Have a dream...

E lá ele disse, entre outras coisas:

Cem anos atrás, um grande americano, sob cuja sombra simbólica nos encontramos, assinava a Proclamação da Emancipação. Esse importante decreto veio como um grande farol de esperança para milhões de escravos negros que tinham sido marcados a ferro nas chamas de uma vergonhosa injustiça. Ele veio como uma alvorada para terminar a longa noite de seus cativeiros.
Depois de mais de cem anos, o Negro ainda não é livre. A vida do Negro ainda é tristemente marcada pelas algemas da segregação e pelas correntes da discriminação. Cem anos depois, o Negro vive em uma ilha de pobreza no meio de um vasto oceano de prosperidade material. Cem anos depois, o Negro ainda definha nas margens da sociedade americana e se encontra exilado em sua própria terra.(...)
No processo de conquistar nosso legítimo lugar não devemos ser culpados de atos errados. Não vamos satisfazer nossa sede de liberdade bebendo da xícara da amargura e do ódio. Nós sempre temos que conduzir nossa luta num alto nível de dignidade e disciplina. Nós não devemos permitir que nosso criativo protesto se degenere em violência física. Novamente e novamente nós temos que subir às majestosas alturas da reunião da força física com a força da alma.
Esta maravilhosa nova militância que envolveu a comunidade negra não nos deve levar a desconfiar de todas as pessoas brancas, para muitos os nossos irmãos brancos, como comprovamos pela presença deles aqui hoje. Vim a perceber que o destino deles é amarrado ao nosso destino . E eles têm vindo a perceber que a liberdade deles é ligada indissoluvelmente a nossa liberdade.
Nós não podemos caminhar sozinhos .(...)
Eu tenho um sonho que minhas quatro pequenas crianças vão um dia viver em uma nação onde elas não serão julgadas pela cor da sua pele mas pelo conteúdo de seu caráter.

Esse é o tipo de consciência que devemos ter. Que todos temos direitos e que não devemos ser julgados e condenados pela cor da pele, pelo sexo, pelas formas e por todo e qualquer tipo de diferença!
Quase 50 anos depois o Presidente dos E.U.A. é negro, mas qual o papel do negro na sociedade? Aonde eles estão aqui no Brasil? No governo? Nas escolas de qualidade? Em trabalhos dignos e bem remunerados? Quanto médicos negros você conhece? Políticos, professores, cientistas, escritores? Por sorte, além da indiscutível competência, encontramos no meio artístico muitos músicos e hoje, também muitos atores e atrizes da raça negra. Mas pergunte ao Milton Gonçalves como era há alguns anos atrás.
E que isto seja passado, porque afinal como disse M. Luther King, brancos e negros para serem genuinamente livres precisam estar presentes um no outro.
E quantos belas parcerias temos visto :

20.11.10

Bom dia...eu nem bebi ontem e a sensação é de leve ressaca, que eu acho que é de cansaço.A festa terminou eram quase duas da manhã e ficaram por aqui seis meninos, além do meu. Como uma parte ia dormir no quarto e outra na sala resolveram todos ir prá sala.Levaram os colchões e montaram até uma barraca lá.Agora acordaram e estão tomando café, daqui só escuto o zum zum zum.A festa ficou bem legal.Era neon para todo lado.



A qualidade das fotos deixou um pouco a desejar porque eu nem me atrevi a invadir a festa para fotografá-los.Tive de me contentar com as pouquíssimas fotos que eles tiraram.
Da minha parte deu tudo certo.A mesa dos doces arrasou. Arrumei uma vasilha com uma caveira com um sensor de presença. Toda vez que alguém se aproximava para pegar um doce ela gritava:
- No candies for you!!!

Os cupcakes estavam um sonho e não fui eu que fiz. E sim a Priscilla, do site Pinky Cupcakes, que descobri aqui na Net.Eu bem que ia tentar fazer os bolinhos, mas vi que o meu tempo estava meio curto e resolvi pedir a mãozinha de uma profissional.E não me arrependi.Eles estavam divinos. Eram de chocolate com recheio de creme de nutella, com cobertura de glacê de chocolate. E não ficaram enjoativos.As meninas foram as que mais comeram.E nessa idade elas não comem nada.

Dos salgados, as meninas só comeram pipoca.Já os meninos, caíram de boca no sanduíche de metro.A coisa mais saudável que tinha na festa era a alface dos sanduíches.No lugar da maionese, que acho arriscada para o calor tropical, usei no de salame, requeijão, e no de presunto e queijo, patê de presunto.Simples assim, porque para essa idade não adianta complicar.
Fiz também salgadinhos de forno, recheados com presunto e queijo, peito de peru e catupiry e salsicha com molho de tomate.Usei uma massa básica para todos eles, só variei nos recheios.
E assim mais um aniversário foi comemorado aqui em casa!!!
Quando cheguei na sala agora há pouco, eles já haviam desmontado o acampamento e recolhido os colchões. A casa começa a voltar ao normal e lá vou eu prá cozinha outra vez que logo mais chega a hora do almoço!

19.11.10

Hoje é dia de Festa!!!
E tirei uma folga para preparar as coisas para a noite.Afinal não é todo dia que um filho faz 15 anos.Tudo bem que ele fez aniversário no meio do feriado e também durante a semana de provas.Daí que passada toda a tensão escolar, estão todos ansiosos com a festa.Logo mais eu vou prá cozinha. Recebi algumas críticas durante a semana. A maioria delas afirmando que sou doida de fazer uma festa em casa para um "bando" de adolescentes.Outras que eu trabalho demais e que gosto de "arrumar prá minha cabeça". O que as pessoas não entendem é que eu faço com prazer e não tenho preguiça. E que prefiro, milhões de vezes, esse "bando" de adolescentes em casa do que na rua. Hoje é aniversário também da minha amiga Clau... parabéns, minha querida! Simbóra e vem prá cá comemorar tb. Vai ter brigadeiros e beijinhos :o)

17.11.10

Gosto do lado romântico da Rita, assim como de declarações de amor.Eu juro que queria entender para que é que servem as lembranças. Canceriana típica, eu tenho um monte delas.E tem dias em que penso que elas só servem para deixar-nos confusos.Em outros são elas que me dão a certeza do presente.Não tenho boas, mas sim, excelentes lembranças. De ontem, anteontem e de anos atrás.Talvez porque eu simplesmente não registre a maioria das coisinhas ruins.Tenho somente algumas poucas péssimas lembranças, e essas, para esquecê-las, somente nascendo outra vez. Mas nada que atrapalhe o meu caminho, aquele que eu pensei que escolhi.Só que nosso caminho muda à cada manhã e sem que possamos fazer muito.O que é certo é mais ou menos como diz a letra da Rita, eu trago pessoas tatuadas no coração!
E isso é bom demais...

14.11.10

Eu gosto do Rio, como gosto da Rita e também de todas as coisas.



Gosto de cinema, literatura, artes plásticas, música, teatro e de quem se expressa.
Gosto de quem escreve poemas, deixa recados, envia mensagens, fala sozinho(a), escreve no guardanapos para não esquecer...
Gosto do Neil Gaiman e adorei sua Coraline, que tive o prazer de rever nesse final de semana.
Gostei que Elizabeth Gilbert tenha escrito sobre suas experiências de comer, rezar e amar. Muita gente não gostou do filme.Eu sim. Me vi em diversas situações simplesmente por já as ter vivenciado.Revivi muita coisa e ao final tive, e tenho, a certeza que não me batem arrependimentos e que estou no caminho certo, no meu caminho, por mais incompreensível que ele seja aos olhos alheios. Talvez Liz seja uma melhor aluna, ou não.
E quanto às indicações que fiquei de fazer outro dia por conta do Prêmio Dardos, eu digo que posso, no máximo, lhes oferecer sugestões de leitura, porque afinal eu penso que tudo o que eu leio me acrescenta algo, seja na forma do gostar ou mesmo do detestar.
Mas existem alguns blogs, ou melhor, pessoas que escrevem neles, que me acrescentam algo de bom sempre.E eles merecem o Prêmio Dardos!
Posso afirmar, sem medo de ser feliz, que aprendo e compartilho muito com o Carlos, do Crônicas do Rochedo , com alguns autores do É tudo Gente Morta, com o jeito de ser da dona do Borboletas nos Olhos, com a escrita da Patti , com o maneira de viver da Blonde, com as voltas que o Lacoste dá. Como também aprendo a real essência feminina que habita em mim com a Layla. Gosto também do gosto de saudade que fica na boca com o Pitanga Doce. Gosto ainda do que escreve a Teté, ela conta coisas que eu não sei. Assim como gosto também do que a Ana fotografa.
Bem, é mais ou menos isso!
Update: esqueci de mencionar que foi com a Ameixinha que aprendi que dióspiros são caquis :o)
Bom dia!!!!
Sei que estou em falta com as minhas indicações e atualizações. Mas é que andei trabalhando demais no mundo real.E agora ainda arrumei um tempinho para movimentar-me, afinal meu joelho, sempre ele, andava reclamando demais.Não vou me prolongar muito porque hoje é aniversário do meu filho querido.Tenho que providenciar o almoço para a família e um bolinho.
E no próximo final de semana farei um bailinho, que hoje chama-se balada, para a turma da escola.Passei a semana à procura de luz negra, músicas e uma decoração assim meio halloween neon. Além de muito TNT preto. Afinal eu gosto de arrumar cenários!
Volto assim que der :o)

9.11.10

Prêmio Dardos

Como a pessoa que me ofereceu este Selo, também gosto de mimos!


Tive um dia complicado hoje e muito foi amenizado pela generosidade da querida Luciana, que anda com borboletas por aí, e que escreveu assim à meu respeito:

A Turmalina e sua Carta de Tarot são a cara deste prêmio. Sempre serena, seus posts conseguem ser engajados, cativantes e belos. Ética e cultura é com ela mesma, sem falar de criatividade, meio ambiente, generosidade e inteligência.

Não sei se era para tanto, mas ADOREI! Também não sei se sou toda essa serenidade. E gosto que considerem meus posts engajados e cativantes.Acho que sou um pouco assim. Tive aulas de Ética na faculdade e não é por menos que eu era uma das primeiras alunas. E outro dia li que alemães descobriram o gene da generosidade, devo ter um montão deles!!!

Vamos ao Prêmio e às regras:

O Prêmio Dardos é o reconhecimento aos ideais que cada blogueiro emprega ao transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais etc., que, em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, e suas palavras. Esse selo foi criado com a intenção de promover a confraternização entre os blogueiros, sendo uma forma de demonstrar o carinho e reconhecimento por um trabalho que agregue valor à Web.

Todo Selo tem regras, então vamos à elas:

1. Exibir a imagem do selo no blog.
2. Revelar o link do blog que me premiou.
3. Escolher blogueiros pra premiar.

O final deste post é que até sexta feira eu volto com as minhas indicações, ok?

7.11.10

Porque hoje é domingo e eu quero que chegue logo a terça feira...

Sem tempo para despedidas

Não posso dizer que meu final de semana foi dos melhores. Na sexta feira, depois de voltarmos de uma saidinha à noite, ao estacionarmos o carro em frente à porta de casa vejo algumas coisas estranhas no jardim. Ao me aproximar levei um choque ao me certificar que eram gatinhos.
Pior ainda foi constatar que eram os dois filhotes machos da ninhada que nasceu há pouco aqui em casa.Deixei meu filho entrar em casa e não disse nada.Meio tonta ainda, consegui chamar o cara metade calmamente e sem fazer muito alarde.Vamos dizer que os meninos aqui em casa não lidam muito bem com perdas e danos.
Um dos gatinhos, o maior, ainda respirava.Tentamos aquecê-lo, dei-lhe florais, mas foi em vão.Estavam pouco machucados.Me parece que uns dos cachorros deve ter pensado que brincava com os gatos.Eles tinham uma única mordida como se algum cachorro tivesse lhes carregado pela boca.É claro que o cachorro que fez isso só pode ser aqui de casa.
Ao ver a movimentação na tentativa de salvar um dos gatinhos meu filho acabou sabendo o que tinha acontecido. Sua primeira reação foi a de querer matar os cachorros.Ele chorava compulsivamente e isso doeu-me.Dei-lhe florais também.
Mais calmo, expliquei-lhe que a natureza é assim mesmo.Que podíamos sentir saudades, mas não evitar que isso aconteça, com quem quer que seja. Não foi negligência. O ser humano tem a mania de sempre procurar os culpados antes mesmo de compreender o que aconteceu. Se bem que eu ainda não entendi o que aconteceu, uma vez que os cachorros nunca pegaram nossos gatos. Eles mantinham uma distância segura, e até que respeitosa, uns dos outros.
As gatas estão bem, as duas mais velhas e a mais nova.Fomos dormir prá lá de chateados e deixamos os gatinhos numa caixinha de papelão. Quem sabe na manhã seguinte acordariam.
Só que no sábado de manhã eles não acordaram.E não podíamos simplesmente jogá-los no lixo.O cara metade, bem cedinho, foi enterrá-los.
A gata mãe ficou chorosa a noite de sexta e a de sábado também.Os cachorros silenciosos e cabisbaixos. E enquanto isso só chovia.Os meninos deprimiram, mas eu os convenci a sair no sábado à tarde.Demos umas voltas, o filhote foi jogar tênis de mesa e mais tarde fomos a uma lanchonete.
Hoje o dia amanheceu ensolarado. Era hora de fazermos as pazes entre os mundos racional e irracional aqui de casa.Fui para o jardim com a desculpa de podar as roseiras.Brinquei com os cachorros, afinal eles não sabem o que fizeram e logo mais chegaram os meninos e as gatas.Ao final de umas duas horas estava tudo em harmonia outra vez.
Eu li, nos livros do Lobsang Rampa, que os gatos absorvem as energias negativas dos donos e do local aonde vivem. Mas eu tinha uma tia que afirmava que cada vez que um gato morre na casa, ele morre no lugar da pessoa que habita lá.Eu não gostaria de pensar sobre esta ótica, porque racionalizando, ela não é confortadora, ela é assustadora.
Hoje a chuva se foi, a saudade ficou, mas tudo está em paz. E espero, sinceramente, uma semana sem muitas surpresas.

4.11.10

Eu já ia me esquecendo que já é Novembro e que o tempo passa.
E que infelizmente ele não volta!



Este filme fala de afetos e eu gosto de falar sobre eles algumas vezes.

3.11.10

Por onde ando tem sempre alguém querendo prever nosso futuro governo.
Quem votou no Serra adotou a postura de luto e vê um futuro negro pela frente. Quem votou em Dilma está super otimista, acreditando em mudanças reais e muito progresso nos próximos anos.Como eu só falo sobre quem eu conheço, me limito a escutar.
E espero, além de meses e anos melhores para todos os brasileiros, um período de pouca turbulência política e econômica no país. E que as crises que afetam os EUA, a França, a Alemanha e até mesmo Holanda e Portugal nem respinguem por aqui.
Mas na verdade temos de estar atentos ao Congresso Nacional.Esse sim me preocupa mais que qualquer outra coisa. O site JusBrasil fez uma compilação dos principais casos de desvio de conduta da Câmara e do Senado em 2010.

01. Senado autoriza "passagens extras" para 2010
02. Deputado Ernandes Amorim (PTB-RO) pede que a Câmara compre um jatinho para deputados
03. Gasto com publicidade de senadores cresce 52% em véspera de ano eleitoral
04. Senadores ganham diárias para ficar em casa
05. Deputados repassaram verbas públicas para empresas doadoras de campanha
06. Senado gasta R$ 6,4 milhões com despesas médicas de ex-senadores
07. Senado libera 274 funcionários de registrar presença
08. Fraude desvia R$ 2 milhões na Câmara
09 .Deputado Waldemir Moka (PMDB-MS) pede voto com dinheiro público da Câmara
10 .Deputado Sandro Mabel (PR-GO) diz ter ajudado a pagar carro para acusado de praticar golpe da creche na Câmara
11. Senado abona 8 de cada 10 faltas dos senadores
12. Câmara paga R$ 390 mil em horas extras no recesso
13. Senador Renan Calheiros (PMDB-AL) contratou "fantasma" exonerada por Sarney
14. Deputados eleitos presidentes de comissões são alvo no STF
15. Senado tem 214 diretores, incluindo o "diretor de garagem"
16. Senador Sérgio Guerra (PSDB-PE) contrata "fantasmas"
17. Mesa do Senado aprova "projeto secreto" que aumenta folha de pagamentos
18. Senado recontrata 1,6 mil terceirizados
19. Gabinete do senador Efraim Morais (DEM-PB) contratou funcionárias fantasmas
20. José Sarney (PMDB-AP) desrespeita STF e recontrata mulher de aliado
21. Senado paga R$26 mil para dentista de Lobão Filho (PMDB-MA)
22. Em ano eleitoral, deputados distribuem computadores comprados com dinheiro público
23. Procuradoria quer que Sarney devolva ganhos acima do teto
24. Senado paga 8,2 mi a clínicas de servidores da própria casa
25. Senador Renan Calheiros (PMDB-AL) é denunciado por imprimir publicações de promoção pessoal com dinheiro do Senado
26. Lobista diz ter sido "laranja" do senador Romero Jucá (PMDB-RR)