17.4.15

Hoje tirei o dia para preparar a casa para nosso almoço de 25 anos de formados.Vieram mesas e cadeiras de todos os lugares, num total de 8 mesas e 50 cadeiras.
Agradeço aos céus a trégua que a chuva nos deu porque uma parte das mesas foi parar no gramado.
O buffet contratado trará a louça toda.Da nossa parte ficaram alguns aperitivos e o cafézinho.
E aqueles docinhos caseiros como doce de leite, bananada e paçoca em pedaços...
Passamos o dia lidando com os últimos ajustes que pareciam não acabar nunca.
No final da tarde chega uma das organizadoras com alguns maços de flor, vidrinhos vazios, um rolo de fita e pães de queijo.
Pausa para o café.
O dia terminou bem...e com flores, que sempre caem bem!!!


14.4.15

Café...café...café....faz dias que só escuto esta palavra.
Afinal o programa semanal que estamos produzindo chama-se "Uma pausa para o café" - em meio ao caos do abismo.
E hoje, indo para são Paulo, à trabalho, e não pelo cinema, tomei um café expresso divino no caminho, num posto de gasolina.


Café bom é aquele encorpado, forte, saboroso, perfumado e envolvente. Melhor ainda se nos fizer esquecer dos problemas por alguns instantes.Posso dizer que estou bem, corrida, fazendo mil coisas ao mesmo tempo, cansada por não ter tirado minhas merecidas férias e ainda com algumas marcas, mas bem!


Sábado gravei com uma equipe bem entrosada, animada e super profissional. Nem vi o tempo passar! Mal a semana começou me envolvi com os últimos detalhes do almoço de 25 anos de formados da turma da faculdade. O tempo passa mesmo.É neste sábado e na minha casa, só espero que não chova até as 18 horas, depois pode.Fora isso tenho trabalhado normalmente!
Tenho me ocupado bastante...
Nessas horas um bom café ajuda.E arte também!
Sabe, um pouco de eu te amo me faz muito bem...

9.4.15

O Cobogó virou drink!!!

Cobogó -  Tijolo vazado que dá nome a drinque com cachaça no Rio Grande de Sul

Ingredientes:
60 ml de cachaça branca artesanal
20 ml de compota de jabuticaba
15 ml de limão siciliano
5 g de cúrcuma
5 g de sal negro
gelo

Modo de preparo:
Bater todos os ingredientes com gelo e coar para um copo baixo com mais gelo.
Adicionar por último uma pitada de cúrcuma e sal negro.

Mas honestamente fiquei mesmo é com vontade de provar o Vilanova Artigas (Arquiteto paulistano)

Ingredientes:
50 ml de cachaça com mel e limão
20 ml de mix de abacaxi com limão taiti
10 ml de calda de gengibre
100 ml de caldo de cana
6 pedras de gelo
Guarnição: capim-santo

Modo de preparo:
Para o mix, macerar três gomos de abacaxi com o suco de ½ limão taiti. Para a calda de gengibre, reservar gengibre com açúcar em uma vasilha por um dia, até que a calda solte. Colocar o mix de limão com abacaxi e seis pedras de gelo, adicionar a cachaça, a calda de gengibre e o caldo de cana. Mexer com uma colher de bar e servir. Adorne com capim-santo e, sobre ele, raspe um pouco de limão siciliano .




Drinks criados por Jean Ponce, premiado barman que trabalhou cinco anos no D.O.M. com Alex Atala.( Fonte: Terra.com.br)

Foto: Leonardo Benassato / Futura Press

8.4.15

E assim caminhamos...já mais calma, passada a raiva, a preocupação, a frustração e todos os outros ãos.... digo que hoje consegui esboçar alguns poucos sorrisos.
A boa notícia é que não sinto mais vontade de chorar!
Ontem foi impossível, nada referente aos meus problemas pessoais, foi com o pessoal da filial mesmo.
Primeiro que odeio fofocas, em especial aquelas que sabemos de antemão que são maldosas.E segundo porque detesto quem se faz de vítima, principalmente quando está longe de ser...
O mais difícil é fazer cara de paisagem quando a vontade é de soltar os dragões.
Por outro lado, bom é que passarei a tarde de sábado filmando!!!
Logo mais estarei até cantando...um tanto muito desafinada, mas cantando...


5.4.15

Páscoa

Religiões diferentes, significados convergentes.

Para os hebreus significava o fim da escravidão e o início da libertação do povo judeu , data marcada pela travessia do Mar Vermelho, que se tinha aberto para a passagem dos filhos de Israel, conduzidos por Móises, à Terra Prometida.
Para os cristãos, a Páscoa é a passagem de Jesus Cristo da morte à vida: a Ressurreição. A passagem de Deus entre nós e a nossa passagem para Deus.
Nas culturas pagãs, como a dos povos nórdicos, a celebração da páscoa era marcada pelo fim do inverno e o início da primavera. Tempo em que animais e plantas apareciamm novamente. Os pastores e camponeses presenteavam-se uns aos outros com ovos.
Os chineses costumavam distribuir ovos coloridos entre amigos, na primavera, como referência à renovação da vida.
Ou seja, seu significado é universal, independente de credo e origem, tem relação com o fenômeno da vida.
Aproveito a data para uma longa reflexão pessoal.
Estou precisando reviver sentimentos um tanto esquecidos, deixados prá lá depois de tantas perdas. Acredito que amanhã será um novo dia!!!


4.4.15

Ontem fui à Santos buscar uma mala perdida daquela viagem que não fiz.
Porque é claro que quando as coisas estão ruim, elas podem piorar.
A parte boa é que a mala foi encontrada!!!
Do alto da serra avistamos a grande torre de fumaça preta proveniente dos tanques de combustível que começaram a queimar na manhã de quinta feira.
É algo que impressiona.Na base forma-se uma espécie de cogumelo atômico e no topo dele, provavelmente por ação dos ventos, a fumaça vai estendendo-se no horizonte.Já este barrado é cinza.
A boa parte da viagem é que desde pequena, adoro túneis!!!
Quanto maior melhor, sinto um certo aconchego dentro deles, os sons abafados me lembram o silêncio dos mergulhos.
Voltando ao incêndio dos tanques confesso que a temperatura que emana deles é algo que incomoda.Passamos a aproximadamente uns 100 metros e pudemos sentir na pele um calor ardido.




1.4.15

Algo me diz que estou sendo posta à prova.
Não vou esmorecer logo agora, não combina comigo...é mais fácil me encontrarem pintada para guerra, uma imagem um tanto surpreendente, do que chorando.
A força acredito que tiro da natureza. A coragem, do espírito!
Tanto que na confusão da semana passada, numa certa altura me dirigi aos banheiros, entrei num reservado e chorei por alguns instantes.Saí, me recompus diante do espelho e, um pouco mais fortalecida, enfrentei a situação.
Bem, meus problemas não acabaram, a novela continua, mas pelo menos agora sei o que estou enfrentando!


Enquanto isso, vamos trabalhando em um novo projeto:


31.3.15

Pudesse a vida real ser um conto de fadas:



Eu criaria, à partir de lágrimas, pétalas de rosas.
Me colocaria no lugar daqueles que mais amo para protegê-los.
Lutaria para destruir a intransigência daqueles que detêm o poder.
Reconheceria como Mandamentos somente as leis baseadas
no amor e na compreensão.
Faria surgir das trevas, a mais justa e brilhante luz!

30.3.15

Já acordei com a mensagem martelando na mente:
- Não se engana, não se engana, não se engana!
Porque na verdade, quando a realidade está assim um pouco difícil, tendemos a procurar uma fuga.
Depois de meses planejando minhas férias, tive de voltar...
Eu já devia ter aprendido que nem sempre as coisas saem como desejamos.
Não quero que me consolem, quero mais é ficar puta da vida.
E principalmente não me enganar.
Logo passa...



23.3.15

Pensando bem, o que somos hoje traz uma pequena parte de todas as pessoas que passaram em nossas vidas.No mês que vem teremos um almoço de 25 anos de formados e cada qual deve gravar uma mensagem para o evento.Eu podia falar de quem me tornei, dos velhos colegas, mas escolhi falar de um professor em especial.Daquele que pegava no meu pé e que me deixou de DP.Pois foi com ele que mais aprendi.Ele foi o remédio amargo!
E assim é que levamos a vida, umas vezes ao lado de pessoas doces e amáveis e outras ao lado de gente não tão agradável assim.Fora umas figuras que nos irritam ou nos magoam profundamente por esse ou aquele motivo.Eu vivo me prometendo me afastar delas, mas vira e mexe elas se redimem e reconquistam o que nem sabiam que tinham perdido.
Ô coração bobo,viu?




Fragmentos de uma vida bem vivida:

"Dia 28 também é uma data marcante, meu pai faria 84 anos neste dia. Infelizmente partiu muito cedo para meu coração, já fazem 15 anos, ainda hoje converso com ele muitas noites antes de dormir e me ocorre agora que ele gostava muito de você. Sabia disso?"

 Esta é a parte em que me emociono e deixo escapar algumas lágrimas...

22.3.15

Algo interessante para um domingo chuvoso no campo:

21.3.15

Umbigocentrismo não é privilégio somente da classe política.Vivemos no mundo das prioridades e em primeiro lugar está sempre o EU.
Uma vida inteira caminhei no sentido contrário do egocentrismo e confesso que diversas vezes tentei pensar primeiro em mim, mas não consigo.Estou sempre pensando nas pessoas que me cercam, nos animais que meus olhos perdem de vista e até mesmo no ar que todos respiramos.Já procurei mas não encontrei em mim um botão liga/desliga.
E voltando à relevância que a maioria das pessoas dá às coisas, andei analisando algumas pessoas que conheço.É cômico, ou talvez seja tragicômico.
Tem quem me procure somente quando tudo deu errado, ou quando precisa de uma boa companheira de viagem e inclusive quando precisa escrever algo para alguém.
Tem aqueles que lembram de mim nas datas festivas e descobri que tem ainda quem me procura somente aos finais de semana ou então exclusivamente durante a semana. Tem também aqueles que somem no verão ou então no inverno.Já eu, sou irritantemente, linear.
Isso sem contar as pessoas que depois de mortas, descobri que me adoravam!!!Porque não disseram antes?
O gostar do outro, genuinamente, anda cada vez mais escasso. A questão nem é falta de tempo, isso é desculpa esfarrapada.O que estamos nos tornando? Um personagem infeliz de Aldous Huxley?
Prefiro o Admirável Mundo Novo de Shakespeare:

“Ó, maravilha!
Que adoráveis criaturas aqui estão!
Como é belo o gênero humano!
 Ó Admirável Mundo Novo
Que possui gente assim!”
(William Shakespeare, A Tempestade, Ato V)



18.3.15

Quando cheguei em casa hoje, cansada, e anunciei que faria macarrão instantâneo para o jantar, a família toda se mobilizou.Meu filho correu na padaria e me comprou iogurte grego de pêssego, que eu estava com vontade de comer há dias.Meia hora depois aparece minha mãe com torta de frango.
Foi a melhor torta que já comi!
Na verdade eu nem devia ter ido trabalhar, teoricamente eu estou de repouso, por 3 dias.E quem discute comigo? Não existe pessoa que consiga dobrar minha teimosia.
Mas sou uma boa paciente, juro que na sexta feira eu começo!




Imagem do filme "Eternal Sunshine of the Spotless Mind"( Brilho eterno de uma mente sem lembranças), vencedor do Oscar e do BAFTA de Melhor Roteiro Original em 2005.


Prá mudar um pouco o astral:

17.3.15

Tem dias em que o coração chora tão alto dentro da gente que parece que o mundo inteiro escuta.

16.3.15

Não dá prá disfarçar, a insatisfação do povo (independente da classe social) não cabe mais debaixo do tapete.Isto porque a crise econômica nem atingiu seu ápice, ainda.
Por enquanto, o clamor maior é contra a corrupção e contra a Dilma, que tem seu nome diretamente relacionado à Petrobrás.
Sinceramente, foi bonita a manifestação popular!
E o Sakamoto fez uma boa análise do que aconteceu ontem: Depende da Dilma.


Foto de Camila Ferreira, leitora do jornal Correio Popular.

12.3.15

Daquilo que vale a pena: namorar o trabalho concluído dos alunos do Curso de Set de Filmagem realizado no feriado de Carnaval: A Quase Morte da Poesia.

Palavras de um espectador:
"O resgate da poesia humaniza mais os seres humanos. "A Quase Morte da Poesia" adiciona uma pequena dose de leveza à dureza da realidade cotidiana. Na qualidade literária, na voz do narrador, na beleza feminina, fica sempre o gosto de uma cultura refinada. Que mais poesias e poemas venham. Parabéns!"

Porque todo mundo gosta de ver seu trabalho reconhecido.
E principalmente porque o tema "Poesia" continua agradando muita gente.



10.3.15

Ô Florbela, que com capricho, espanca nossa alma eternamente apaixonada:

"Se tu viesses ver-me hoje à tardinha,
A essa hora dos mágicos cansaços,
Quando a noite de manso se avizinha,
E me prendesses toda nos teus braços…
Quando me lembra: esse sabor que tinha
A tua boca… o eco dos teus passos…
O teu riso de fonte… os teus abraços…
Os teus beijos… a tua mão na minha…
Se tu viesses quando, linda e louca,
Traça as linhas dulcíssimas dum beijo
E é de seda vermelha e canta e ri
E é como um cravo ao sol a minha boca…
Quando os olhos se me cerram de desejo…
E os meus braços se estendem para ti…"


5.3.15

Hoje é aquele dia morno...uma pilha de pequenos problemas esperando solução...a sensação de que o telefone está tocando, mas é só impressão...ainda bem, porque o que quero mais é silêncio.
Quero curtir o trabalho finalizado pelos alunos do curso de Set de Filmagem, baseado em um roteiro meu.
Ele termina com o ator recitando Manuel Bandeira, Pasárgada.
Ficou lindo!
E como ando muito Água, é bom um pouco de Fogo para acordar:

Ser mulher é maravilhoso, mas estes hormônios nos deixam algumas vezes tão fortes, como também tão frágeis.
E todo mês é assim, entra Lua, sai Lua...não dá prá ser alguma coisa mais constante?

3.3.15

Hoje é dia de chegar em casa, tirar os sapatos, se jogar na poltrona e tentar esquecer que vejo sinais de crise o tempo todo!!!
E todos sabem que quanto maior a altura maior o tombo.Vivemos bons tempos e agora temo o futuro.
Embora continuem maquiando uma estabilidade econômica irreal, os preços estão subindo, pouco a pouco, e automaticamente fugindo do controle.Já houve uma franca desvalorização da moeda, mas enfim está tudo sob controle, não é?
Não posso fazer nada, só esperar...enquanto isso o negócio é trabalhar!
Um dia sonhei que meu país tinha solução, mas me parece que o ser humano, político, é fadado ao fracasso.Algo sempre o corrompe...
O jeito é tentar abstrair e não tem nada melhor que a música:

1.3.15

Finalmente me rendi ao Netflix, na verdade foi meu filho, fã de algumas séries televisivas, que me convenceu.
Assisti um filme aqui, outro alí e acabei experimentando a série The Borgias na noite de sexta feira.Só parei hoje, depois de assistir as três temporadas.
Logo de cara o que me chamou a atenção foi o nome do diretor, Neil Jordan. Ele dirigiu um dos meus filmes favoritos: Fim de Caso.
E no elenco encontrei Jeremy Irons como Rodrigo Borgia e o Papa Alexandre, duas personalidades indissociáveis. Lembrei de seu papel em The Mission, como o jesuíta Gabriel.Eu diria que do filme para a série ele perdeu um pouco do vigor, mas continua trabalhando bem.
A trama possui personagens interessantíssimos como o assassino Micheletto e o influente Maquiavel. Na vida real Maquiavel fez uma referêncìa à Cesar Borgia na sua obra mais conhecida, O Príncipe. Na série ele também elogia o valente Borgia, por sinal, irresistível. São detalhes assim que enriquecem a trama.
Ah...nunca vi uma Lucrécia tão perfeita, doce e mortal.Sua personagem foi extremamente bem escrita!
Tem alguns momentos chatinhos, mas justificáveis pelo formato televisível.
Adorei os figurinos e cenários.
Som e fotografia na medida, pena que acabou!