29.7.15

Vou de férias!!!!
Mas deixo aqui uns videos para quem gosta de Cinema e Psicologia.






26.7.15

Final de semana existe para descansarmos...só que não!
Depois das quase oito horas de filmagem de ontem eu devia ficar bem quietinha, aproveitar o frio, ler um livro ou assistir um filme, mas não...vou testar receita...na cozinha, porque no crochê estou com três receitas em andamento que pretendo terminar na semana que vem, enquanto de férias.
Serão só cinco dias, mas se eu não der uma parada vou ter um troço. E nessas horas preciso sair, mudar de paisagem, ir para aonde o celular nem pega direito.
Já coloquei na mala dois livros, um do Tolstói e outro de um amigo, em fase de produção ainda.A primeira versão, sem cortes, que é esta que tenho em mãos, já está na editora.
E muitas lãs e agulhas!!!
A receita teste de hoje será bobó de frango com mandioca.


(update: a receita fica sensacional e como eu não tinha coentro substituí por cheiro verde)
E a trilha sonora:

22.7.15

Gosto de desafios!
Eu editava meus videos com um programa da Pinnacle, só que deu pau na minha máquina e perdi tudo.Procurei o meu programa original e não encontrei. Tá perdido aqui em casa...
Peguei um Premiere emprestado.
No começo apanhei um pouco, mas agora já estou pegando o jeito.
Gosto do que faz meu cérebro funcionar no limite...como também gosto daquilo que o faz relaxar.
Nos momentos de maior atividade abraço mais coisas do que aparentemente dou conta.Depois não sei porque me canso...ando numa fase assim, mas me prometi descansar e desacelerar à partir do final de agosto.

19.7.15

Bom dia!!!
O dia amanhece mais feliz com a presença intensa do astro rei.
Ontem abusei um pouquinho e hoje meu joelho reclama.Por sorte é domingo e terei tempo de me recuperar.
Foram quase cinco horas de gravação.A pláteia estava empolgadíssima e tivemos de encerrar o evento com a sutileza de um elefante.


O tema abordado é riquíssimo e os entrevistados super capacitados para desenvolvê-lo.


Me (re)descobri uma pessoa extremamente ética e talvez por isso me incomode tanto com o que vejo ao redor.


Apesar de ter sido um encontro prá lá de agradável, a cabeça não pára e fico refletindo sobre o assunto. Fico pensando em certos filmes, nas histórias que eles contam, no herói, naquilo que o leva a lutar, nas consequências de suas escolhas e etc. Inevitavelmente toda ação, neste sentido, leva a uma reação.E é aí, durante toda esta reflexão, que percebemos o quão éticos somos.
Resolvo dar um tempo, escuto umas músicas, para depois (re) organizar os pensamentos...
E Debussy surte um excelente efeito!

18.7.15

Gosto de capricho e de bom gosto, nasci assim.
Embora o gosto seja algo pessoal, dizem que tenho um excelente olhar.
Que sei combinar cores, texturas, imagens e até gente.
Ando doidinha para pegar uma estrada.
Se me perguntassem hoje: você pode ir somente para um destino, continente europeu ou americano, qual eu  escolheria?
Europeu e por Barcelona.
Não por causa da cidade mas sim porque quero voar com a Singapore Airlines outra vez.
Porque além de um serviço excelente, o uniforme das aeromoças é maravilhoso!!!
Eu sei, motivo meio sem sentindo, né?
Mas eu tenho dessas coisas...



17.7.15

Nem acredito que chegou a sexta feira...a semana passou muito rápido!
Não pode não, ainda quero fazer um monte de coisas até amanhã à tarde.Gravo neste sábado e no próximo.As gravações da websérie estão chegando ao fim e acho que conseguimos mandar bem o recado: pessoas de diversas áreas do conhecimento falando sobre cinema.
Só depois arrumarei uns dias para dar uma escapadinha e ver o mar!!!
Navegar vai demorar mais um pouquinho...talvez no próximo ano.
Minha fisioterapia têm sido puxada...dizem que a gente se acostuma...eu ainda não vi sinais de estar me acostumando.No segundo semestre o cara metade sai para suas expedições na selva e eu preciso recuperar minha independência.


Não sei se foi mesmo o grego Epicuro que disse as palavras acima.Ele costumava dizer que no caminho da felicidade encontramos dores e prazeres.Então faz algum sentido que a frase seja atribuída à ele.
Gosto de me imaginar navegando...me dá prazer, mesmo que isto signifique correr o risco de encontrar tempestades pela frente.

11.7.15

Rumo aos 50 e estou me sentindo ótima!!!
E fazer aniversário no dia seguinte a um feriado facilita as coisas...as comemorações estendem-se por dias...
Me sinto mimada e feliz!
E a idade nos traz uma bagagem sensacional.Sou o resultado de todos esses anos de aprendizado, de dores, amores e perseverança.Há também um tanto de resiliência em mim.
Sou extremamente grata.
E falando em gratidão, passeando pelo youtube encontrei esse maravilhoso dueto:



Prá escutar muita e muitas vezes, repetidamente, fechar os olhos e experimentar cada nota, cada palavra.
Enjoy!

Ah...encontrei outra aqui:

9.7.15

Ansiosa por natureza, nem os exercícios conseguem mudar isto, encontro no crochê uma forma, se não de relaxar, de direcionar toda essa energia concentrada.Do último final de semana prá cá fiz três toucas! Isso sem contar as artes na cozinha, o trabalho regular, os exercícios diários e a coprodução de mais quatro episódios de uma websérie. Além dos filmes que vou assistindo pelo caminho.
Quebra cabeças também funcionam.Descobri uma versão online no FB. Faço um atrás do outro até os olhos não aguentarem mais.A coisa é compulsiva mesmo.
Mas é assim que sei me sentir viva!
O que me relaxa, então? A água..o contato com a água tem um poder transformador.E algumas músicas:

8.7.15

Algumas verdades precisam ser ditas:


7.7.15

Sempre pensei muito parecido com o Zeca Camargo, tanto que a idéia de fazer um documentário sobre Aids surgiu depois de assistir uma entrevista dele.
Na semana passada ele foi crucificado nas redes sociais por fazer uma crítica à música sertaneja. Zeca comparou os novos ídolos sertanejos à "modinha" dos livros de colorir para adultos.
Sobre o cantor Cristiano Araújo disse: "ao mesmo tempo tão famoso e tão desconhecido".
“O cantor talvez tenha morrido cedo demais para provar que tinha potencial para se tornar uma paixão nacional, como tantos casos recentes. Nossa canção popular é dominada por revelações de uma música só”, afirmou. Para Zeca, portanto, Cristiano não teve tempo para se tornar revelante no cenário nacional.
Ao longo do texto, o apresentador comentou que "fãs e pessoas que não faziam idéia de quem era Cristiano Araújo partiram para o abraço coletivo".
Isso foi verdade!
Não posso discordar dele, eu nunca havia, até então, ouvido falar no Cristiano Araújo.
E muito menos critico a atitude do Zeca, ele estava expressando um opinião pessoal!
Eu, por exemplo, não escuto música sertaneja e tenho gostos estranhos...e se alguém quiser criticar, que fique à vontade, sinceramente não me ofendo, é questão de gosto.

5.7.15

Domingo é o dia perfeito para rever filmes.
E eu não resisto ao "O segredo dos seus olhos".


E gosto de como ele fala de paixão:


4.7.15

Sobrevivi a três semanas de exercícios diários.Confesso, era prá ser todo dia, mas estou mantendo a regularidade de dia sim, dia não.Hoje inclusive é dia não.
Mas como meu fisioterapeuta "mandou" eu me movimentar mais, estou desde cedo aprontando na cozinha. Dei uma paradinha agora só para checar os e-mails e em 15 minutos volto para colocar os pães no forno.
Pães fofinhos e redondinhos para comer com uma carne louca, doidivanas, que acabei de preparar.
Um pão maravilhoso recheado com calabresa!!!
E também o doce de abóbora, com cravo e canela, que amo de paixão.
Até mais...

30.6.15

Tem dias em que só preciso disso aqui:



São aqueles dias, que apesar de estar tudo bem, dá vontade enorme de conversar com quem não pode estar aqui.
Chego a inventar diálogos.É minha forma de estar perto.
Digo tudo o que gostaria de ter dito, não só hoje, como também o que ficou para trás.
Você lembra?
Talvez, se eu tivesse tido maturidade necessária, meias palavras não teriam ficado por aqui, perdidas, como num eco.
Não que tivessem feito alguma grande diferença, mas eu gostaria de ter sabido me expressar melhor.
Agora digo-as inteiras.
Até hoje é difícil, mas "eu te amo" aprendi a dizer, principalmente porque descobri que o amor não é um sentimento egoísta.E que eu posso amar quem eu quiser e da forma que eu bem entender.
Hoje abraço muito mais as pessoas e digo, olhando nos olhos, o quanto gosto delas.
Pode ser que amanhã eu não esteja mais aqui e não quero me arrepender de ter perdido a oportunidade de amar as pessoas do jeitinho que eu gosto de ser amada.
De uma forma intensa, doce e perfumada!
Sim, o amor tem perfume de flor, de orvalho da manhã, de erva fresca, de fruta madura, de seiva de madeira recém cortada, de pele molhada de chuva e de tantas outras coisas que nos remetem ao objeto de todo esse nosso amor.
Às vezes eu tenho vontade disso, de me aconchegar nesse cheiro.
Ah, sim, umas pessoas eu amo mais e outras menos, mas isso realmente não faz diferença.
E na vida, como na arte e no amor, também tenho minha trilha sonora favorita do Studio Ghibli:

29.6.15

Amo os dias frios!!!
Mas desconfio que com a idade sentimos mais as baixas temperaturas.Ontem à noite meus pés demoraram para esquentar e hoje foi difícil encontrar coragem para entrar no chuveiro.
Os desconfortos acabam por aí....porque no inverno até o azul do céu fica mais bonito.
Tem até tinta de parede com este nome.
Os dias, que são mais curtos, parece que passam mais devagar.
Até o brilho das estrelas fica diferente!
Acho tudo lindo...

27.6.15

Hoje tem almoço na minha mãe.
Com o passar da idade estes encontros vão diminuindo, afinal ela está envelhecendo e nós também.Apesar da limitações físicas, a disposição para ir para o fogão continua a mesma.Sabemos que ela se cansa, mas o prazer de ver a família reunida em torno da mesa compensa todo o sacrifício. E não aceita ajuda, só ela coloca as mãos na panela.
Cá entre nós, comida de mãe tem outro sabor mesmo.
O relógio do tempo passa apressado, mais um motivo para aproveitarmos todos os momentos juntos.E precisamos, todos, de contato físico, de beijo e abraço.
Que o final de semana seja leve, alegre e cheio de braços e abraços!


25.6.15

Pés cansados, corpo levemente dolorido, mas a alma leve...aliás minha alma é quase sempre 100% leve.
Não costumo sair muito do prumo e quando isso acontece volto rapidinho. O que não significa que algumas porradas não me derrubam.
A última foi no final de Abril, mas já estou bem outra vez.Tão bem que volto a sonhar e a criar.
E também tem o frio , o aconchego, as comidas de inverno, o vinho e a idéia de passar horas embaixo de um edredon.
Nestes momentos, de total abstração, fico ávida por informações que me permitam voar e nestas buscas descubro verdadeiras preciosidades:


Proponho para o próximo feriado uma maratona Miyazaki.

22.6.15

Tem músicas que são perfeitas para escutarmos antes de dormir, na penumbra, de olhos quase fechados, naquele estado que antecede o sono:


E se o sono não vier, feche um pouco mais os olhos e escute:

19.6.15

Sexta feira...aquele dia em que o trabalho burocrático costuma terminar mais cedo é perfeito para adiantar minhas traquinagens cinematográficas. Estamos acertando os detalhes das gravações para o episódio que trata da mulher no cinema.O foco é o olhar feminino.
Entre uma pesquisa aqui e outra alí dou de cara com Bernardo Bertolucci em "O céu que nos protege".
Fotografia deslumbrante e trilha sonora do meu segundo, ou terceiro, compositor favorito: Ryuichi Sakamoto.
É também um filme com um conteúdo que incomoda, que mexe com a gente. Minha cena favorita é quando Port, à beira da morte, diz que só então, naquele momento, via que toda a razão de sua vida era amar Kit.
Momento de amor e morte numa belíssima representação de Eros e Tânatos.



Não preciso dizer que perdi o foco do que estava fazendo...

16.6.15

Tudo bem, talvez eu trabalhe em algo que não goste tanto assim, mas não reclamo e tento fazer meus dias os mais agradáveis possíveis.
Aí preencho todo o restante fazendo o que realmente me dá prazer.
Escrevo até de madrugada.
Edito filmes e fotografias até a vista embaralhar, sempre com o fone de ouvido conectado.
Ontem, as bailarinas que fotografamos no ano passado pediram um orçamento para este ano pois gostaram muito do resultado.
Mesmo que eu não tenha tempo, para fotografá-las eu arrumo.
Por mais cansada que eu esteja, se me chamam para filmar, eu vou.
Com prazer tudo fica mais fácil!

13.6.15

Disciplina...coisa difícil, viu?
Eu juro que tô tentando...comecei fazendo Pilates uma vez por semana.
Aí, com a idade, vieram algumas dores aqui e alí e as recomendações médicas.Caminhar e pedalar, nem pensar...não nasci com estas habilidades.
Posso, simplesmente, exercitar somente o cérebro? Não.
Na semana passada ganhei do fisioterapeuta uma listinha diária de exercícios. Até que são fáceis e não requerem prática e nem tampouco habilidade, mas cadê a disciplina?
De 15 a 40 minutos diários.
Vamos lá que uma musiquinha ajuda:

12.6.15

Ante que me perguntem: dia dos namorados é todo dia!
E devemos namorar não só as pessoas como a vida.
Pelos beijinhos e abraços diários.