5.2.16

Sobre o resfriado/gripe/Influenza que peguei, e também sobre todo o resto, só tenho uma coisa a dizer:

30.1.16

Eu não gosto de ficar triste...evito ao máximo.Já estressada, não tem jeito.
Um pouquinho de tristeza é suficiente para minar meu sistema imunológico (acho que o de qualquer um).Tanto que acabei de pegar um super resfriado com direito à tosse, dor de garganta, coriza, dor nos olhos e febrinha....e um sol lindo lá fora!!!
Também não gosto de tomar remédios, tento resolver as coisas com chás, uma boa alimentação e repouso.
Na falta de um, agora somos dois de molho.
Mas melhor agora do que no feriadão de Carnaval!!!
Vou aproveitar e assistir uns filmes...

  

28.1.16

A relação mãe e filho é algo surpreendente.
Ao mesmo tempo que a mãe fica orgulhosa quando o filho cresce e passa a tomar conta da sua vida, quando ele adoece, ou precisa passar por um procedimento cirúrgico, por menor que seja, a mãe volta a colocá-lo no colo como se fosse uma criança.
Para a mãe, o filho terá sempre todas as idades!
Hoje, o meu irá extrair seu segundo, e último, dente do siso deitado.
Acho que sofro mais do que ele. Serão, pelo menos, 60 minutos de angústia.Nessas horas, não podemos demonstrar fraqueza e nem mesmo uma pequena aflição.
E o pós operatório, então? Dois dias sem conseguir mexer o maxilar, da outra vez foram 7 dias de papinhas e purês.
Que tudo passe rapidinho!!!


Update: já estamos em casa e bem. E a produção de purê, gelatina e vitamina de frutas está a todo vapor. Fora o sorvete de hora em hora, pelo menos neste primeiro dia.

25.1.16

Hoje à tarde, na volta do trabalho, conversando com minha mãe sobre a coisas da vida eu chorei sentida...aquele choro baixinho, lento e doloroso.Não conseguia parar, disfarçava um sorriso e logo algumas lágrimas me escapavam sorrateiramente.
Desconversei e arrumei uns motivos fúteis para a súbita tristeza.Acho que não colou, porque afinal mãe é mãe.
A verdade é que meu pai está com princípio de Alzheimer.
Nós chamamos de princípio, talvez na tentativa de nos iludirmos, mas é certo que o mal já está instalado.Há um ano ele começou a apresentar uns esquecimentos. O primeiro médico que consultamos disse que era algo normal do processo de envelhecimento.Nós aceitamos o diagnóstico sem qualquer tipo de questionamento.
Agora percebemos que ele se perde em datas, não consegue tomar determinadas decisões, esquece coisas banais, algumas vezes perde-se no meio da conversa e já esqueceu aonde estava indo com o carro.Na última vez, por sorte, ele telefonou para o cara metade e pediu ajuda.
De lá prá cá nós não o deixamos mais sair sozinho.
E ele era um homem com um raciocínio tão vivo, não precisava de mapas e muito menos de agendas.Sabia de cor, nomes, datas e números de telefones.Fazia contas de cabeça e mais rápido que todos nós juntos. Começou a vida como jornalista enquanto cursava Direito.Leu muito e escreveu muito mais do que leu.
Na verdade sempre foi meu herói maior, meu ídolo, meu exemplo!
O último médico que consultamos disse que está ainda bem no começo do Alzheimer, mas sinto que o estamos perdendo para o silêncio.Ele pode passar horas olhando para a televisão sem som e quando perguntamos porque a televisão está sem som ele responde que é para descansar os ouvidos.
Uma coisa que ainda faz seus olhos brilharem é quando dizemos que vamos para a praia...ele ama admirar o mar...passadas algumas semanas ele esquece que estivemos lá.
Aí fazemos plano de ir outra vez!!! E assim vivemos...
Costumo lidar bem com esta nova situação, normalmente levo na esportiva, mas acho que hoje estava mais emotiva e não consegui conter as lágrimas.
Amanhã acordo bem outra vez!



24.1.16

Bom dia e boa sorte, Portugal!
Porque aqui, se as eleições fossem hoje, não teríamos um candidato que prestasse ao cargo...
E, infelizmente, não vejo luz no fim do túnel.
O negócio é torcer pelos outros...


23.1.16

Ainda na onda do "posso escutar um zilhão de vezes".
Só que esta fica melhor se escutarmos de olhos fechados....
Segura na minha mão e vem!

Posso escutar um zilhão de vezes, que meus ouvidos nunca se cansam!!!



Tem mais Paprika aqui!

E no meu famoso estrogonofe também..o segredo é páprica doce.
Fotografo por prazer, para ver o resultado do que os meus olhos pensaram captar num determinado instante.
Muitas vezes este resultado é surpreendente!!!



Outras vezes elas falam sozinhas:






Aviso:
Não de deixem sozinha e solta na cozinha, que eu produzo!


Ficaram meio tortinhos...porque era tarde e eu estava com preguiça de modelá-los melhor.. mas o sabor...

22.1.16

Não sei o que acontece que em tempos de crise as pessoas ficam mais saudosistas e uma onda Bee Gees Revival invadiu as redes sociais.
Estas são as primeiras lembranças que tenho deles:



Mas acho que esta foi a mais tocadas nos bailinhos, na hora em que se formavam os casais:



"A palavra não tem nunca um único sentido, o termo, um único emprego. Toda palavra tem sempre um mais-além, sustenta muitas funções, envolve muitos sentidos. Atrás do que diz um discurso, há o que ele quer dizer e, atrás do que quer dizer, há ainda um outro querer-dizer, e nada será nunca esgotado." (Lacan 1953-54)

Nunca somos suficientemente honestos se deixamos que a razão fale mais alto.
Tenho dificuldade em falar com emoção quando não estou olhando nos olhos do meu interlocutor, porque a minha emoção fala pelos olhos.
Acho que já disse que não consigo fingir, já tentei, mas tudo em mim me entrega.
Procurando mais internamente sou cheia de atos falhos.
Para Lacan, a linguagem, por corresponder a um inconsciente entendido como falta, será para sempre incompleta em sua significação. Entre a nomeação das coisas e sua significação haverá sempre uma sutura mal feita.
Talvez o que me encante tanto nas músicas é que o dizer é amplificado pela melodia.
E a voz da Ivete Sangalo e o sentimento que ela coloca em algumas das suas interpretações costumam me conduzir a um lugar muito diferente do real.


21.1.16

Mais uma receita testada e aprovada, para uma forma de cupcakes com 12 lugares.

Misture, na ordem, os seguintes ingredientes:

• 2 ovos
• 3/4 xícara de açúcar
• meia xícara de óleo
• 3/4 xícara de chocolate em pó
• 1 xícara (bem cheia) de farinha de trigo
• meia xícara de água fervendo

E por último, depois de misturar tudo muito bem:
• 1 colher sobremesa de fermento em pó

Colocar em forma untada e levar ao forno (180 graus) por aproximadamente 20 minutos.


Hoje me dei férias!!!
Meu trabalho está super em dia, então resolvi ficar em casa.
(Eu estava precisando de uma pausa)
Não há nada urgente que eu não possa resolver  amanhã.
E temos ainda a internet e o celular para solucionar os pequenos problemas.
De manhã arrumei as gavetas.
À tarde vou cuidar da minha horta e fazer bolo de chocolate em forminhas de cupcake.
Sobrando tempo vou fazer crochê.
Trilha sonora da manhã: Nando Reis, sozinho e acompanhado.


20.1.16

A tarde hoje vai terminando de forma suave...talvez porque minha alma esteja leve.
O dia foi puxado, tenso, mas de alguma forma quase etérea nada conseguiu me abalar.
Chamo isto de estado de espírito!
Nessas horas tudo cai bem e as coisas simplesmente se descomplicam.
Até me arrisco a cantarolar..



E meu coração sorri quando vejo tão próximos, e numa simbiose perfeita, o popular e o erudito.

19.1.16

Gosto de surpresas, de boas surpresas, daquelas que me fazem sorrir!
A gente cresce e poucas coisas nos surpreendem...
Quando sou pega de surpresa, volto no tempo, volto a ser a menina que tenho guardada em mim.
Ao chegar em casa, olhei para o jardim e percebi que havia florido o hibisco dobrado cor de rosa que eu namorava há tempos...foram várias mudas e finalmente o resultado da persistência apareceu quando eu já estava desistindo.
Hoje vou dormir bem feliz e quem sabe sonhar cor de rosa...



" Os homens, com o auxílio da convenções, resolveram tudo facilmente e pelo lado mais fácil da facilidade; mas é claro que nós devemos agarrar-nos ao difícil.Tudo o que é vivo se agarra a ele, tudo na natureza cresce e se defende segundo a sua maneira de ser; e faz-se coisa própria nascida de si mesma e procura sê-lo a qualquer preço e contra qualquer resistência.Sabemos pouca coisa, mas que temos de nos agarrar ao difícil é uma certeza que não nos abandonará.(...)
Amar também é bom: porque o amor é difícil.O amor de duas criaturas humanas talvez seja a tarefa mais difícil que nos foi imposta, a maior e última prova, a obra para a qual  todas as outras são apenas uma preparação."
Rainer Maria Rilke em Cartas a um jovem poeta

18.1.16

Desde que escutei esta música pela primeira vez gostei, principalmente, da visão do navio soltando fumaça no horizonte, navios sempre me atraíram, já o entorpecimento, tanto físico quanto mental, nunca foi confortável prá mim.



Preciso me sentir viva, vibrando, praticamente todas as horas do dia.Isto também não é lá muito saudável...mas enfim sou uma pessoa super ligada!
E deixar de ser me incomoda muito.
Sempre fui mais Queen do que Pink Floyd.
Os primeiros exercícios de meditação que pratiquei na yoga, há uns 30 e tantos anos atrás, foram uma verdadeira tortura.Depois fui respirando mais pausadamente e acabei pegando o jeito.Mas tem dias em que é praticamente impossível!



Sim...e eu gosto de nadar como os golfinhos!!!

16.1.16

Então, né?
TODA mulher gosta de escutar coisas assim (mesmo que seja mentira):

Do alto da torre, Rapunzel escuta uma das verões mais bonitas desta música e pensa estar readquirindo a fé na humanidade e, consequentemente, num mundo melhor:



Ela queria também que as pessoas fossem menos complicadas e que pudessem falar mais com o coração!

15.1.16

Sempre fui uma garota de sorte: tive um namorado que me ensinou a trocar pneu, um pai que me ensinou a dirigir, um tio que sempre me dizia que as mulheres são tão competentes quanto os homens e um marido que passou noções básicas de elétrica na primeira vez que foi para a selva.
Hoje cedo os meninos embarcaram para mais um expedição.Eles foram com mochilas e tralhas para um lado e eu para escritório.
É tanta chuva que cai que pensei que iria precisar de um barco para chegar em casa...
Ao voltar, passando pelo corredor, escuto um barulho estranho vindo da caixa de força.Eis que surge minha chance de colocar em prática minhas lições de elétrica.
Desliguei primeiro a chave geral, depois as chaves secundárias.Religuei a geral e fui subindo as demais uma à uma.
Voilà! Temos um curto provavelmente sobre a lavanderia, local favorito das maritacas para fazer ninhos.Desliguei a área e agora não tem mais barulho!
Tudo bem que agora também não tem força na cozinha e na lavanderia.Minhas aulas foram somente até aí.O problema com a geladeira eu resolvi usando uma extensão e ligando-a numa tomada da sala.
E jantar à luz de velas, prá uma pessoa, não deixa de ser romântico!  

12.1.16

Quando penso em Bowie penso, assim como muita gente, num camaleão.
De uma forma encantadora, suas músicas, além da sua forte presença, embalaram os suspiros das garotas que assistiram Labirinto (1986).
Eu mesma acho que assisti o filme umas 4 ou 5 vezes.


Não dá para desvincular Bowie de Merry Christmas, Mr. Lawrence (1983).


Assim como é impossível esquecer dele na trilha de Moulin Rouge:

10.1.16

Meu strudel deu certo!!!
Mal tive tempo de fotografar o pedaço que sobrou...


O recheio com maçã, manga, uva passa, açucar demerara, canela e cardamomo ficou divino!
Tem um segredinho: levei as frutas e temperos ao fogo e deixei ferver para soltar a água das frutas.
Coloquei na geladeira por uns 30 minutos,Depois, na hora de colocar sobre a massa, escorri todo e qualquer líquido.
O recheio ficou úmido e a massa sequinha.