25.12.10

Como a cidade parou na quinta feira, parece até que amanhã é segunda feira, mas não, é Domingo, aquele dia que também não é dos meus favoritos, considero-o chatinho. Aliás acho que a chata sou eu, mas tudo bem.
O Caveirinha continua de molho, a veterinária não conseguiu fazer a redução na sexta feira, o consultório estava cheio de urgências.Tá mais alegrinho, mas a perna ainda dói. Mas semana que vem deve diminuir o sofrimento.No restante, a tranqüilidade impera.
Agora já comecei a pensar no Ano Novo, embora ainda tenha cinco dias de trabalho pela frente.Eu sei que nada muda de um ano para outro, mas tenho sempre aquela ilusão infantil de que tudo poderá ser diferente. E para melhor!
Decidi não me mudar, pelo menos no próximo ano.Precisarei ir mais vezes à filial, mas tudo bem que a estrada até me relaxa.No ano que vem tirarei férias de verdade, o que é uma excelente pedida, depois de um ano absurdamente intenso, corrido e surreal.
Neste ano, as perdas e danos sofridos pelas crianças do abrigo me atingiram demais. Preciso trabalhar melhor isso se quero realmente ajudá-las.Foi um ano em que chorei demais por elas.
Agora que retomei o fortalecimento do físico preciso trabalhar melhor o fortalecimento do espírito.Porque afinal, o ego está muitíssimo bem trabalhado.
O meu infalível arroz com amêndoas arrancou suspiros por onde passou ontem e hoje. O segredo é ser o mais natural possível.O caldo de frango do arroz foi feito com peito com osso, sal, cebola, salsinha, alho poró, salsão e cenouras.O arroz foi cozinhando no fogo baixinho, para ficar soltinho e uniforme.As amêndoas eu mesma descasquei e fatiei.Essas compradas já fatiadas não são a mesma coisa.E levei 20 minutos para torrá-las na manteiga, com fogo baixo e muita paciência.Se tiver pressa, já era. Outro segredo é só adicionar as amêndoas na hora de ir para a mesa.
E assim caminhamos...
Deixo um black coffee prá vocês :o)

2 comentários:

ameixa seca disse...

As melhoras para o cachorrinho, se tivesse acontecido comigo também ficaria em pânico :)

Turmalina disse...

Obrigada, ameixinha querida...confesso que estou sem dormir direito até hoje.