31.5.09


E numa tarde qualquer de domingo como a de hoje eu virei a página de um livro bom, mas que infelizmente me fazia perder o sono. Eram tantas as incertezas que virar a página foi covardemente minha melhor atitude.
A vida passa, a idade passa, amadurecemos e um dia este velho livro cai da estante direto em minhas mãos. Agora sim tenho a maturidade suficiente para folheá-lo. Primeiro tiro a poeira da sua capa para em seguida relembrar o primeiro capítulo. Passo à devorá-lo. Perco a sono, perco a fome e então, depois o que acontece???
Descubro que o livro está em branco à partir daquela página que um dia virei. Não, não... espere, parece que tem alguma coisa em letras miúdas. Sim, é mais uma parte da minha história e recente. Não, não...as letras estão se apagando. Por que? Por que? Eu ainda tinha tanta coisa prá ver.
Não sei porque insisto neste velho livro. Eu devia é queimá-lo no fogo para nunca mais. Ah...aqui estão os fósforos. Eu tento uma, duas, três vezes, mas não consigo.Pego o livro e devolvo na estante. Quem sabe um dia ele me caia nas mãos outra vez. Até lá vou escrevendo a vida como sei, afinal sabê-la já é muito.

30.5.09

Milton Nascimento - Outro Lugar

De novooooooo....
P.S. A letra que eu acho sensacional é do talentoso Elder Costa

Que bom seria se todos os dias fossem de festa, de abraços, sorrisos e alegria. À cada manhã tento transformar meu dia, mas o inevitável é implacável...e tem finais de tarde em que meu humor está insuportável. E com o tempo percebemos também que o corpo já não acompanha mais a mente.Eles já não pertencem mais ao mesmo lugar no espaço, como quando éramos jovens.Eu paro muitas vezes e me pergunto quando chegará o dia em que poderei viver somente dedicada ao meu corpo e espírito. Sim, porque hoje vivo dedicada ao trabalho e à família.Eu bem que queria não me deixar afetar pela pressão do trabalho.Mas ele é uma célula vital na minha vida.Do meu trabalho depende quase tudo...e eu não sou nem louca de jogar esse quase tudo fora.Essa coisa de mulher independente é um grande engodo pq ao se independer profissionalmente, você se torna refém de uma situação econômica.Mas tudo bem também pq vivemos num mundo capitalista.E eu queria o quê? Na verdade mesmo acho que eu queria uma férias de uns 30 dias.Bem, eu vou lá trabalhar e depois volto ;o)

29.5.09

Sempre que o cara metade viaja eu fico um pouco apreensiva, o que é absolutamente normal.Mas desta vez estou um pouco mais, mas talvez eu que esteja mais sensível mesmo.Além de ansiedade também tenho sofrido daquela vontade incontrolável de chorar sem motivo aparente. Fui ao médico e, além de me indicar um hematologista por causa da forte anemia, ele ficou um pouco apreensivo porque a minha prolactina está muito baixa e à partir da semana que vem faço exames de investigação da hipófise.É tudo muito "além" prá mim...É isto que eu não gosto de ir aos médicos, que piora quando existe uma suspeita.Como meus hormônios desde sempre foram uma bagunça, sempre existe uma suspeita e um controle. E eu juro que tento não pensar nisto.E nem perder o sono :o)

27.5.09

Cantinho Escondido - Marisa Monte

Uma linda quarta feira para todos!!!

25.5.09

Estou literalmente (des) ferrada...os resultados dos meus exames ficaram prontos. Os hormônios estão em baixa como sempre e vou ver depois com o médico como ficarão. O Ferro praticamente desapareceu...o normal é de 15 à 120mg. O meu nível de ferritina está em 8mg. Socorro!!! Alguém me devolve meu ferro... falando sério, eu detesto tomar ferro, mas só vou pensar nisso depois de quarta feira.O importante é que minha glicose, lindona, está em 80 e meu colesterol, até parece piada, mas é 171. Talvez seja mesmo a anemia que tenha me deixado um "pouco" derrubada. Mas nada que não me permita viver a vida como no último domingo.
O que três discretas quarentonas poderiam esperar de um domingo tranquilo enquanto os respectivos maridos levavam a geração mais nova da família ao show dos Jonas Brothers? Um domingo tranquilo, certo?
Mas é aí que tudo começa, o início do princípio do fim regado à brinde de antiácido e muitas risadas. Mais que resolvidas, resolvemos conhecer o cinema mais VIP, do shopping mais VIP, da cidade mais VIP das nem tão vips assim terras tupiniquins.E devidamente acompanhadas da geração de filhos mais velhos da família. Dois jovens VIPs adoráveis, diga-se de passagem, mas vamos ao que interessa: munidas dos ingressos impressos pela internet, nossas queridas e anônimas VIPs partiram para o shoppping VIP.

Aonde estávamos mesmo? Ah...sim, o estacionamento do Shopping VIP. Cena clássica de metrópole desenvolvida é o estacionamento de qualquer shopping lotado no domingo à tarde.E esse não poderia ser diferente...optamos pelo super VIP Valet.Essa é sem dúvida uma das invenções chiquetérrimas mais inteligente que existe, dentro da relação custo/benefício.
Depois de uma série digna de um labirinto mitológico de escadas rolantes e elevadores chegamos enfim à sala de espera VIP do cinema VIP.Por sorte nossos adoráveis adolescentes VIPs conhecem a planta do local. Na sala de espera VIP encontramos uma decoração bem conceitual logo preenchida por figuras famosas do nosso imaginário coletivo, as patricinhas e mauricinhos, só que aqui um pouco já passadinhos da idade. Santo Deus, porque é que fui esquecer meu salto 15 em casa? Esquecemos de tirar do armário o visual Barbie vai à festa do Castelo.Acho que assim nos encaixaríamos melhor no cenário.
Num dado momento uma das minhas companheiras de aventura me pergunta se por acaso estávamos usando o manto da invisibilidade.Depois de meia hora nenhuma atendente VIP veio nos perguntar se desejávamos alguma coisa, um vinho, um champagne, nem mesmo um Lambrusco. Não, não... estávamos lá só para olhar, tirar umas fotos e colocar no orkut com uma legenda do tipo "Eu estive aki".
Enviamos um jovem representante masculino para fazer o primeiro contato e deu certo, lá veio a atendente toda sorridente.Ah...o cardápio, as fotos pareciam um trabalho do Duran.Definitivamente o cardápio devia ser mais gostoso do que qualquer coisa comestível que já experimentei.Enquanto isso autênticas representantes do universo patricítico desfilavam suas taças flute pelo recintoSó que algo alí não combinava. Aonde pensamos que íamos encontrar caviar e canapés de lagosta vimos bolinhos de aipim com carne de sol e churros com doce de leite.
Mas foi o suficiente para baixar aquele lado boteco que vive em cada um de nós. Desce um, desce mais...e assim fomos nos empolgando e pedindo entrada, saída e sobremesa.Estávamos crentes que a moça traria primeiramente as entradas e depois o restante, já na sala de projeção. Mas que nada, ela nos informou que tudo seria servido dentro da sala, assim que começassem os trailers.Tudo muito VIP, é claro! Então era só relaxar e pronto.
O escuro da sala disfarçou o impacto estampado em nossos rostos quando três atendentes entraram no recinto com os nossos pedidos.Mas afinal o que era aquilo? "A festa de Babette"? Ou algum ritual ao Deus Baco ou à qualquer outro responsável por orgias gastronômicas.Não havia espaço naquelas poltronas gigantescas e ultra confortáveis para tanta comida.
Ao final daquele desfile de inúmeras embalagens descartáveis de papelão, muito bem feitas por sinal, a mocinha diz que ainda faltam as ciabattas.Como assim??? Ainda faltava, por baixo, um terço do pedido.Opa...e o frango e a farofa?
Nosso menu petit grand degustação durou alguns bons minutos. Experimentamos desde a ciabatta recheada até a pipoca doce, passando pelas bolinhas de aipim com molho cheddar e churros com doce de leite.Isso sem falar nos refrigerantes, cafés, águas e afins. Sim...era a expressão concreta do pluralismo, pelo menos gastronômico.
Nessa hora, já numa esfera filosófica, não existia mais a vergonha do ser diante do exagero e sim somente a entrega ao prazer e à liberdade de atitude.Desfraldemos bandeiras, senhoras!!!
Eu confesso a heróica derrota diante de uma porção média de pipoca doce. Fui à lona no meio do pacote. Numa certa altura a cunhada já estava passando o churros no queijo cheddar e as bolinhas de aipim no doce de leite. Era impossível olhar para ela e não rir. Ela estava naquela poltrona enorme cercada de comida por todo lado, totalmente refém.Socorro...tragam a cavalaria!
Ríamos de chorar. O filme "Anjos e Demônios" começando e nós, ainda, chorando de rir. Aquilo alí estava mais para "Um drink no Inferno", no estilo pastelão, de frango. Uma verdadeira farofa no cine VIP, quase indiscritível. Ao final do filme esperamos todos saírem para enfim caminharmos em direção à luz, livres de qualquer pecado e culpa.
Na volta prá casa estavámos nos sentindo livres, leves e soltas.Opa, leves não. Dá prá dar uma paradinha da drogaria?

Acabamos a noite VIP com um brinde...um brinde de antiácido, muito providencial! Sim, queridos, faríamos tudo de novo pelo simples prazer de ser e de viver livres!

24.5.09

Aff...passei dias tenebrosos com virose ou sei lá o que foi...ou está sendo!!! Agora só restou a dor no corpo e a sinusite.Mas enfim levanto o esqueleto e a farta massa que lhe reveste para um programinha legal de domingo.Daqui à pouco pego a estrada para a capital, pq o cara metade e o cunhado vão levar as crianças ao show do Jonas Brothers.Nem toco muito no assunto para que eles não se arrependam na última hora...enquanto esperamos, eu e a cunhada devemos ir ao cinema.Na verdade meu corpo e minha mente ainda pedem para que eu fique na cama, mas eu acho que já está na hora de eu lutar contra isso :o)
Um bom domingo para todos!!!

22.5.09

Oba!!!
Sexta feira...e eu decidi me dar um dia de folga :o)
Estou tomando meu café calmamente enquanto verifico a caixa de e-mails e em breve devo voltar para cama para ler um pouco, sem pressa.É...acho que peguei uma maledeta de uma virose mesmo, mas nas atuais circunstâncias, até que é bom.Assim eu consigo um pouco de sossego, eu acho. Mesmo mais prá lá do que prá cá ontem ainda consegui fazer um lombo ao forno com abacaxi e batatas que estava um arraso.O abacaxi caramelou, na verdade quase queimou, mas não queimou e acabou ficando no ponto certo.E hoje eu só vou dar meu ar da graça, até mesmo na cozinha, depois do meio dia :o)

21.5.09

E chateada acabo ficando chata, chatinha, chatérrima...
Reclamar não resolve...dizer que estou até com gastrite não muda nada.Ligo a televisão logo cedo e acabo deprimida.É só morte, assalto e violência. O que é isso??? Ontem o que mais escutei no escritório tanto de clientes quanto de fornecedores é que o respeito ao próximo não existe mais.E acho que não existe mesmo...
Estou tentando arrecadar prendas para a Festa Junina de uma entidade que cuida de pessoas com Aids, mas não consigo colaboração.Talvez eu que não esteja bem...acho que é virose ou encosto.Porque prá inferno astral ainda faltam 15 dias.
Quanto mais eu penso mais me questiono sobre o sentido da vida.Me parece que o que eu entendo por certo é muito diferente do que os outros pensam.
Ando tão péssima que ao sair do escritório ontem comprei o jantar só prá não ter que pensar :o(
Prometo melhorar!!!

20.5.09

Porque é que a gente fala lé com cré e as pessoas entendem lé com lé ???
E eu já disse: não foi isso que eu quis dizer , não foi minha intenção , desculpa...mas de nada adiantou! Eu juro que não sei o que os outros esperam de nós.E é claro que eu fico chateada.

18.5.09

Ai, ai...ontem foi dia de encontro de "meninas". E o menu incluia esta maravilhosa sobremesa!!! Um suave creme de manga sobre um abacaxi em calda, perfumado com cravo.Tudo feito em casa, nada parecido com aquele abacaxi de lata. A combinação ficou sensacional.
O prato principal era frango ao curry com leite de côco acompanhado de cuzcuz marroquino com amêndoas torradas.Curry é um dos temperos que me fala à alma.
De entrada, nossa Elainigella serviu um rolinho primavera sem fritura.Ela usou o pão folha árabe com o recheio oriental.Levou rapidamente ao forno antes de servir para dar uma certa crocância ao rolinho.Ficou delicioso!!!
Agora voltando à vida real, tô saindo prá fazer os usuais exames de sangue de rotina...hoje são 21.Uma excelente semana para todos!!!

16.5.09

Eu me prometi sair mais cedo do trabalho na sexta, não deu! Eu me prometi não fazer nada no sábado, também não deu...acho melhor não me prometer mais nada :o)
Uma excelente noite de sábado para todos, de preferência numa cama quentinha e aconchegante...

14.5.09

O que mais me irrita é um problema simples que eu não consigo resolver. Como assim? Sempre existe uma alternativa.Sempre penso no plano B. E ultimamente não tenho encontrado nem o B, nem o C e muito menos o D.
Outro dia, lendo um post sobre os 7 Pecados Capitais, concluí que se tem um a coisa que eu não tenho é preguiça.Eu posso reclamar de cansaço, exaustão, falta de tempo, mas preguiça mesmo eu descobri que não tenho.Preguiça mental então, nem aparece no meu dicionário.Pelo contrário, eu precisaria desligar o cérebro algumas vezes do dia.
Eu tenho uma relação até que muito boa com a vida, mas quanto mais eu olho à minha volta menos entendo as pessoas que fazem parte do meu convívio.Elas fazem coisas que eu não compreendo, são atitudes mesquinhas se formos pensar que a vida é efêmera.São sentimentos que não vão levar à qualquer lugar como a cobiça, o orgulho, a prepotência.
Eu penso que isto seja fruto de muita insegurança. Mas que segurança é esta que as pessoas tanto procuram??? Eu sempre vivi baseada na teoria de que estamos aqui de passagem e acho que por conta disso fica dificíl entender como os outros pensam.
Até parece incongruência eu admitir que fico irritada por não encontrar a solução de um problema. Mas é que o problema, na verdade, não é especificamente meu, só esbarra em mim.Eu até tenho soluções, um tanto radicais, mas tenho.E quando vivemos inseridos num contexto, precisamos controlar os radicalismos.E assim caminha a humanidade...uns dias você vence, outros perde...

11.5.09

Meu amor,
Se a sua compreeensão fosse como a minha, eu te diria tanta coisa. Compartilharia com você toda a mágoa e toda infinita felicidade das pequenas coisas.Poderíamos passar uma tarde inteira à lembrar do que nos fez mais feliz.Você se lembra daquele beijo? Foi engraçado, não foi? Não, acho que não.Você se lembra...? Não, acho que também não.
Sabe, não estou reclamando, eu simplesmente aprendi à deixar prá lá. Sabe aquela falta que você poderia me fazer...então, deixa prá lá também.Eu aprendi a me bastar.E tudo aquilo que você me disse...acho melhor deixar prá lá. Não, é melhor você não dizer!
Se eu ainda te amo, mas é claro! Por quê? Você acha que não...como assim? Ah...deixa prá lá. O quê? Não, não, está vendo só, lá vem você outra vez com aquelas suas teorias.Eu sei que prá você está tudo sempre bem. Eu ia dizer que você não pensa, mas você ia se ofender. Prefiro dizer que talvez você não pense em mim como eu penso em você.Injusta, eu???
Sabe, nem sei porque é que eu comecei.Deixa prá lá...só que o que você não percebe é que o prá lá anda ficando cada vez mais distante.Não, não estou carente, estou viva! Um dia você vai se perguntar se tudo valeu a pena.Espero que a resposta seja sim. A minha resposta? É claro que é sim. Eu descobri que você já vive em mim faz muito tempo e é tão necessário quanto o ar que respiro.Não, não estou exagerando.
Se eu sei que não demonstro? Na verdade eu desconfio que você ainda duvide.Mas isso eu acho que tem à ver com aquela coisa da compreensão masculina. Então...deixa prá lá. Mas é claro que eu não quero que você mude, agora, depois de tanto tempo.Não é nem justo que eu te cobre isso.É que tem dias em que eu fico magoada. Mas isso eu também deixo prá lá.
Sabe, você me conhece, e eu tenho aquela mania de sonhar. É, como você diz, fugir da realidade.Eu sou assim, sim e não vou mudar também. Então fica combinado: eu te amo assim e vice versa.É, talvez eu também prefira não pensar.
Se eu tenho certeza que você me ama? Claro que não :o)

8.5.09


Obrigada, muito obrigada...
Pelo Dia das Mães e por todos os momentos que tenho vivido
como mãe e ainda filha, aprendendo sempre,
todo dia !
Se eu morasse ainda na capital...
Se eu não fosse chegar tarde na terça feira...
Se eu tivesse uns anos à menos....eu com certeza iria ao show da Thais...ela canta bem que é um escândalo!!!

6.5.09


Quanto mais eu vivo mais percebo que viver do passado é iludir-se continuamente e viver do futuro é alimentar uma ilusão que raramente se realizará. Ando na onda do concreto e consequentemente das concretizações. Confesso que tenho quase tudo o que desejo.Talvez eu até ande desejando menos do que uma grande maioria, mas é o que me basta.Eu não acredito em mundos perfeitos e tenho uma relação até que boa com meu tão imperfeito mundo.Hoje o que me falta mesmo é somente tempo...e um merecido chá da tarde...

4.5.09

Já escreveram que homens são de Marte e mulheres de Vênus, ou vice versa. A verdade é que os homens amam as mulheres de uma forma singular e única.Tão única que chega à ser uma forma egoísta, porque homens amam a si mesmo em primeiro lugar. O pluralismo emocional , assim como o colocar-se no lugar do outro, só pertence ao amor feminino.O homem está sempre à satisfazer seus desejos, confirmar sua prepotência e testar seu poder de sedução, antes de tentar compreender a alma feminina. Anos de evolução e feminismo nos levou à uma falsa libertação.Hoje a mulher diz e faz o que quer, mas ainda não conseguiu encontrar um modo de se fazer compreender pelo coração masculino, numa relação teoricamente romântica.É isso aí, amigas...ou nós falhamos na comunicação ou eles são mesmo intrinsicamente egoístas.

2.5.09

Anoche soñé contigo - Kevin Johansen

Anoche soñé contigo y no estaba durmiendo
todo lo contrario, estaba bien despierto
soñé que no hacía falta hacer ningún esfuerzo
ara que te entregaras...
en ti yo estaba inmerso…
Qué lindo que es soñar! soñar no cuesta nada,
soñar y nada más… con los ojos abiertos,
Qué lindo que es soñar! Y no te cuesta nada más que tiempo…
¿Qué hacer con tanta angustia, por cosas no resueltas…
con toda esta energía, casi siempre mal puesta?
Si pudiera olvidarme por siempre de mí mismo,
habrías de encontrarme allí en tu dulce abismo.
Qué lindo que es soñar! Soñar no cuesta nada,
soñar y nada más… Con los ojos abiertos.
Qué lindo que es soñar! Y no te cuesta nada más que tiempo…
Anoche soñé contigo…

EVERYTIME WE SAY GOODBYE ( na voz de María Bozzini)

Hoje eu poderia passar o dia todo escutando Cole Porter...


Sou de uma geração, dos nascidos entre 1965 e 1970, que acabou absorvendo alguns conceitos do movimento hippie.
Vim ao mundo mais especificamente no ano de 1967, considerado pelo movimento, o Ano Flor, aonde ocorreu a famosa "União das Tribos" no Golden Gate Park. Neste mesmo ano, no início de Julho, coincidindo com o meu nascimento, mais de 100 mil hippies "invadiram " San Francisco, no chamado Verão do Amor.
Em 1969 ,Woodstock reuniu mais de 500 mil integrantes do movimento, na mesma época em que eu aprendi à falar e à andar. Mas escutar eu sempre escutei bem!!! Talvez daí venha meu interesse por astrologia, cartas de Tarot , a cultura da paz e o radicalismo na proteção à natureza.Ah...o interesse pelas Artes e o gosto musical também.
Apesar dos meus pais não terem sido hippies, a mídia na época (televisão e revistas) era recheada de informações sobre os tais hippies do continente norte americano.Meu pai sempre foi aficcionado por televisão, além da mídia impressa, afinal ele começou sua carreira como repórter da Folha.
Então, acabei escrevendo tudo isto por causa do horóscopo das profissões que li hoje cedo:
Câncer: 21/06 a 21/07
Os cancerianos são parecidos com os taurinos em sua necessidade de estabilidade. Todos precisam dela. São econômicos e tradicionais em suas escolhas. Cuidadosos e zelosos, podem exercer qualquer profissão relacionada à saúde como a medicina, a psicologia, a assistência social, são ótimos profissionais liberais, advogados, nutricionistas e donos de restaurante, porque também cozinham muito bem. Determinados e pacientes por natureza, conseguem aliar a sensibilidade à responsabilidade. Fazem do tempo seu aliado e entregam-se ao trabalho com o mesmo amor que entregam-se à família.
E como meu mapa astral diz que eu tenho um forte Sol em Leão:
Pessoas de leão são criativas, exuberantes e precisam de liberdade. Adoram estar em evidencia e precisam de aplausos todo o tempo. Qualquer profissão que envolva palco, fantasias, dança, arte e criatividade está relacionada com leão. Nada modestos, precisam que seus talentos sejam reconhecidos pelo maior numero de pessoas possível. Não gostam da rotina e precisam estar apaixonados o tempo todo. São ótimos atores e atrizes, produtores de televisão, cinema ou teatro, autores, comerciantes e desenhistas de moda, modelos, pintores. E ainda são ótimos executivos, pois se saem muito bem em cargos de comando.
Tem mais
aqui.

1.5.09


Santa Sexta feira feriado!!!
Ontem fizemos o primeiro teste de figurino do filme do Igor. Eu fotografei o processo, prática que facilita muito a definição final. Isto porque as fotografias revelam detalhes que na tela passam despercebidos. São três atrizes, sendo que sempre temos duas em cena. Elas são umas graças, super prestativas e profissionais.E o mais importante é o clima da equipe.O filme é um drama, mas entre uma tomada e outra surgem umas coisas que nos fazem rir de perder o fôlego. Se filmássemos o making off dava uma comédia.
E o pior de ontem é que à tarde caiu perfume de lavanda na minha bolsa e eu não tive tempo de trocá-la.Mas em ambiente aberto nem dava para perceber. Eu entrei na sala dos testes e fechamos a porta para que o barulho externo não atrapalhasse.Uma determinada hora estavam todos meio zonzos.Aí que eu me toquei que era o perfume...colocamos a bolsa para fora e o ritmo voltou ao normal.Ainda bem que o perfume era de boa qualidade e não deu dor de cabeça, mas quase que eu intoxico a equipe inteira :o)
Hoje, em compensação, não fiz nada, fiquei bem quietinha debaixo do edredon lendo as primeiras páginas do novo livro do Chico Buarque: Leite Derramado. Acabei perdendo a hora e o almoço saiu depois das 3 da tarde. Apelei para um dos meus famosos risottos.Eu poderia fazer uma lista de elogios e considerações sobre as primeiras páginas que já devorei, mas deixo isto para quem já leu o livro todo como: Alvaro Costa e Silva e Reinaldo Moraes , do Jornal do Brasil.