15.8.14

Os efeitos de ter cortado o cabelo logo mais dão história para um livro inteiro.
Saí correndo do escritório para não perder o horário no oftalmologista e eu ainda tinha de descobrir aonde exatamente ficava a clínica numa avenida tão extensa.Encontrar o lugar foi fácil, difícil mesmo foi conseguir uma vaga.
Correndo para não chegar atrasada ainda torci o tornozelo saindo do carro. Mas como a gente tropeça mas não perde a compostura lá fui eu com dor e tudo.
Depois de meia hora na sala de espera fui chamada para a sala 02.
Entro, meio manquetola, encosto a porta e me deparo com um médico na casa dos 50 anos, e que nunca me viu mais magra, todo sorridente.Ele me olha e diz:
- Boa tarde, mocinha...em que posso ajudá-la? O que a trouxe aqui?
Me sentei bem de frente para ele e respondi:
- Não tão mocinha assim e eu acho que estou ficando meio cegueta.Já não consigo nem enxergar o buraco de uma agulha.
Ele olha a minha ficha, olha prá mim, novamente para ficha e pergunta:
- 47??? Ô louco, isto está certo?
- Certíssimo!
Conclusão: minha vista está excelente para uma pessoa com 47 anos, mas não tão boa assim para uma mocinha.
Precisarei mesmo de óculos para perto!


2 comentários:

*Clau disse...

É mocinha, passei por isso também e só me dei conta quando tive que procurar a rua em um guia colocando ele para ser iluminado pelo farol do carro pois com a luz interna só via borrões.

Certamente um bonito óculos só vai emoldurar esse rostinho bonito.

Beijos

Turmalina disse...

Clau...a gente nem percebe mesmo e assim que melhorar meu tornozelo (hoje estou com ele prá cima)vou atrás de uma armação bem bonita.
Obrigada pelo mocinha, são seus olhos...kkkk...
Beijo grande :o)