14.10.10

Mario Prata, que é uma figurinha adorável, escreveu que depois dos 45 nos tornamos envelhecentes.

"Os adolescentes vivem a sonhar com o futuro; os envelhescentes vivem a falar do passado. Bons tempos..."
"Os adolescentes não têm idéia do que vai acontecer com eles daqui a 20 anos. Os envelhescentes até evitam pensar nisso."

Eu ainda não cheguei nos 45 e tem dias que me pego pensando como quando era adolescente.
E acho sinceramente que vou assim até o fim da vida. Continuo a mesmo contestadora de outrora.Não masco mais chicletes com a mesma freqüencia, mas ainda adoro escutar música alta e canto desafinando sempre.Falo compulsivamente como se o dia fosse acabar ontem e troco as palavras.Pior ainda é quando o grau de ansiedade é tanto que não consigo me expressar, chego a ficar vermelha. Mas no final tudo dá certo!
Fora que continuo atrapalhada que só. Não me preocupo se nada dá certo, porque sempre tenho esperanças de que tudo vai melhorar. Ainda choro de alegria e meu coração quase explode quando me sinto amada de verdade.Adoro um mimo e ainda penso que posso mudar o mundo! Eu sonho e sonho muito...e assim viajo por todos os lugares.E para viajar de verdade nunca tenho cansaço.Algumas vezes me falta companhia porque não é todo mundo que topa embarcar nos meus projetos.Mas eles tem fundamento, eu juro!
Mesmo quando dizem que não vai dar, eu insisto. Afinal quem disse que não vai dar? Eu não acredito em limitações. Sempre existe uma forma de contorná-las.Tem dias em que acho que sou muito diferente da adolescente que fui, já em outros tenho a certeza que sou igualzinha.
Apesar de acreditar que somos todos um, tenho tendência a dividir tudo em dois opostos.De tanto oscilar entre os opostos aprendi a ficar no meio, numa espécie de zona de segurança, assim como aprendi que um sempre tem uma parte do outro.

2 comentários:

*Clau disse...

Sonhando com o passando, tentando revivê-lo no presente, há limitações sim, mas em alguns aspectos, sendo bem otimista, conseguindo aprimorá-los.

Alguns sentimentos parecem eternos, tem horas que dá vontade de fazer tudo de novo...

Turmalina disse...

Clau...bom dia!!! Sabe, acho que meu espírito não envelhece porque de uma ou outra forma acabo fazendo tudo de novo :o)