20.3.10

Tem dias em que penso que sou irritantemente diferente. Detesto rotinas enquanto tem quem não viva sem elas. Falo e escrevo compulsivamente.Aliás, penso compulsivamente. Odeio frescuras do tipo não me toques ou então "eu não posso com isso". Como não? O ser humano é extremamente adaptável. Preciso de uns momentos mais leves, aparentemente mais fúteis, mas garanto que é somente externamente. Quanto mais tensa estou por dentro, mais leves e sem sentido são as minhas conversas.E sou assim, vou falando uma coisinha aqui, outra ali e de repente vou direto ao ponto.Também não perco meu tempo me explicando ou de blá blá blá com quem não tenho lá muita afinidade.Também não tenho muita paciência com aquele tipo de pessoa que fica se fazendo de indecisa, ou então enigmática, só prá chamar atenção. Que a pessoa se sinta indecisa uma ou duas vezes vá lá, mas depois disso já é exagero. Não sei bem o que me faz assim, mas gosto das coisas práticas e rápidas. A parte nada prática deixo para os momentos de mimo, porque afinal de contas, não sou de ferro e adoro ser mimada.Mas nada que me sufoque...tenho pavor à qualquer tipo de mordaça.Podem me tampar os olhos e até os ouvidos, mas não me tampem a boca, que viro bicho por dentro. Definitivamente devo ser irritantemente diferente!

4 comentários:

ameixa seca disse...

Eu sou um bicho de rotinas, de hábitos e tudo que saia da norma deixa-me sempre um bocadinho stressada. Mas sou muito comunicativa, sou directa e frontal e sou decidida. Ou é ou não é :) Tal como estabeleço a minha rotina, estabeleço os meus princípios e leis.

Turmalina disse...

Ameixinha...apesar de detestar rotinas, sou sistemática ao extremo, o que parece uma inconcruência.
Mas o tipo de rotina com a qual não consigo conviver mesmo é a dos horários.Tanto que costumo dizer, por exemplo, que vou fazer determinada coisa amanhã cedo.Não estabeleço hora certa aonde não é necessário.Assim o relógio não me escraviza.Por única e exclusiva consideração aos outros, respeito os horários marcados.E quando as coisas saem da aparente normalidade não me estresso não porque sempre tenho um plano B. Mas não fui sempre assim...rss..

Reflexos disse...

Eu tb detesto rotinas. E a que mais detesto é a da hora da refeição.
No emprego, felizmente, tenho flexibilidade de horário e não tenho de chegar sempre À mesmma hora...
mas tb que ninguém chegue atrasado a reuniões minhas...fico furiosaaaaaaaaaaaaa

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Então já somos dois.