28.8.09

E quando OSHO falou sobre o amor ele disse:
* Tudo o que está errado com o homem, está de alguma forma associado ao amor. Ele não tem sido capaz de amar ou ele não tem sido capaz de receber amor. Ele não tem sido capaz de compartilhar o seu ser.

* No amor, se você dá alguma coisa, no fundo você fica esperando aquilo que deve vir em troca. Se aquilo não vem, você percebe uma reclamação interna. Você pode não dizer, mas de mil e uma maneiras você pode insinuar que você não está satisfeito, que você está se sentindo traído. O amor parece ser uma barganha sutil.

Eu diria que você só ama realmente quando consegue se desvencilhar das armadilhas da barganha. É tentador você reclamar com o outro por estar se sentindo preterido. Eu mesma já caí nessa diversas vezes. Porque entendemos que compartilhar significa tornar-se uma parte do outro. Aí está o erro. Cada ser, que é único, deve individualizar-se para poder compartilhar sem a necessidade de pertencer ou ser parte de alguém. Quando eu digo que eu te amo e vc está em mim isto não significa que vc influencia o meu comportamento ou minhas decisões.E eu sou uma pessoas extremamente reativa. Mas negar a dependência está longe de negar o sentimento. E é esse tal de sentimento que muitas vezes nos leva à dizer algumas bobagens. Alguém pode até se perguntar pq amar então? Aí eu digo que o amor de verdade não se escolhe, se sente e pronto. E ele é prá te fazer feliz :o)
(imagem: Priscila Floriano)

2 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Não fica fácil quando se am e não se recebe nada em troca...~Eu não quero dizer que estejamos sempre à epera da retribuição dos nossos afectos, mas em joogos de amor não pode haver sentido único,não acha?

Veroca disse...

"Aí eu digo que o amor de verdade não se escolhe, se sente e pronto. E ele é prá te fazer feliz :o)"
Oi Turmalina, saudades de vir aqui. Quem dera conseguisse postar como vc,eu chego aqui tem tanta novidade... Bem, esta última frase prá mim resume tudo, amor é pra fazer a gente feliz e pra nos permitir fazer o outro feliz também. Neste sentido é uma troca. Ruim é quando vira aquela troca matemática, onde a gente não quer exatamente o que o outro tem a nos dar, mas exatamente o que achamos que ele deveria dar e na quantidade que pré determinamos. Complicado isto, medir então... Assim, acho que tocou no ponto ao dizer que ser feliz é tudo que se quer. Meço a saúde dos meus amores pelo quanto de alegria eu sinto em vivê-los. Beijos meus querida, bom fim de semana, esta semana voou!