17.10.07

Li lá no Quelque Chose e concordo plenamente:

"Palavras que se perderam
Ando com saudade de algumas palavras, mais exatamente daquilo que elas, a princípio, tentam designar(verbetes extraídos do Dic. Aurélio) :

Ética - Estudo dos juízos de apreciação referentes à conduta humana suscetível de qualificação do ponto de vista do bem e do mal, seja relativamente a determinada sociedade, seja de modo absoluto.
Dignidade - Autoridade moral; honestidade, honra, respeitabilidade, autoridade; decência, decoro.
Preservação - Ação que visa garantir a integridade e a perenidade de algo, como, p. ex., um bem cultural (q. v.); salvaguarda.
Sinceridade - franqueza, lealdade, lhaneza, lisura, boa-fé.
Ideal - Aquilo que é objeto da nossa mais alta aspiração intelectual, estética, espiritual, afetiva, ou de ordem prática.
Verdade - Franqueza, sinceridade.
Amor - Sentimento que predispõe alguém a desejar o bem de outrem, ou de alguma coisa.

Espero, sinceramente, que um dia ressuscitemos a ação que essas palavras representam. A arte de viver tornou-se muito difícil. Na verdade, viver deixou de ser arte já há algum tempo. Tornou-se competição desleal."

Um comentário:

luma disse...

Ah! A palavra amor pode representar todas as outras. Quem ama de verdade, preza, tem respeito, é leal...amor pela humanidade ou por sua própria vida!
Também tenho saudade de um tempo em que os valores eram outros. Beijus