3.8.06

Curtas, mas nem tanto:


Começou nesta terça feira, em 120 países, a Semana Mundial da Amamentação.( Fonte: Radiobrás )A Sociedade Brasileira de Pediatria (SPB), em parceria com o Ministério da Saúde, vai distribuir durante a semana, em todos os hospitais públicos e privados do país, folhetos e cartazes explicando os benefícios da amamentação durante os seis primeiros meses de vida,período recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS).Vamos lá, informem-se: no blog da ÉRICA vcs podem ler tudo à respeito!!!


Em cena prevista para ir ao nesta segunda feira, na novela Páginas da Vida,de Manoel Carlos, o preconceito pela síndrome de Down será explicitadamente demonstrado através da personagem Marta.( Fonte: Globo on line )Confiram o diálogo de Marta (Lília Cabral) e Helena(Regina Duarte):
MARTA - Quem ouve a senhora falar assim pensa que é tudo muito fácil, muito romântico, ajuda humanitária aos deficientes. Se fosse só isso, Dra. Helena (debochando): olhinhos puxados, língua grossinha, orelhinha embaixo, mas não. A criança fica retardada, incapaz, limitada. Dão um trabalho do cão, DEUS ME LIVRE! Ainda mais uma Menina! Imagina quando ficar moça, que inferno de vida eu vou ter.
HELENA - Qualquer criança sem oportunidade, como existem milhares neste país, pode crescer com um retardo intelectual. Mesmo sendo rica e saudável. Se não forem dadas oportunidades a ela, será uma criança e depois um adulto INCAPAZ. Não é preciso ter Síndrome de Down para isso.
MARTA- Eu não reconheço essa criança. Não quero, passo. Não quero um ESTORVO desses na minha vida, uma criança que não tem condições de fazer nada sozinha, que vai precisar de mim pra tudo. Não tenho dinheiro, não tenho paciência e também não tenho dom para CARIDADE."
Pois é... o mundo está repleto de Martas por aí, só eu mesma conheço pelo menos uma dúzia, sem precisar procurar muito!


Mas vamos falar de coisas mais amenas:
A Conrad Editora lança "Os Filhos de Anansi", obra prima de Neil Gaiman, que estreiou(2006)em primeiro lugar na lista dos mais vendidos do New York Times.( Fonte: Submarino.com )O livro conta a história de Fat Charlie,que leva uma vida pacata e sem-graça como contador numa empresa londrina. Ao ir ao funeral de seu pai, Sr. Nancy, Fat Charlie escuta uma amiga do pai dizer que ele na verdade era o deus Anansi, uma divindade trapaceira e brincalhona da mitologia africana. A partir daí, sua vida vira de cabeça para baixo. A trama mistura mitologia com toques xamanistas, elementos do folclore afro-americano e uma deliciosa descrição do mundo interior de um homem muito tímido.É uma história sobre algo bem comum: as conturbadas relações entre pais e filhos.Tudo isso envolto num humor discreto capaz de fazer o leitor rir com uma única linha. A obra é a continuação do consagrado escritor Neil Gaiman para sua saga a respeito de deuses modernos.

5 comentários:

Luci do 71 disse...

me emocionei lendo seu post....
você me faz um bem danado, moça! me sinto feliz de chamá-la de amiga! a gente se lê!

Luci do 71 disse...

... no hospital da puc 2 tem quadros lindos sobre amamentação, são fotos de bebês ultra-felizes com frases incentivando a amamentação. Lindinhos d+!

Layla disse...

Turmalina querida, vou comentar várias coisas de uma só vez:

Quanto à síndrome de Down, fico feliz de ver isso ser abordado num veículo de alcance como uma novela da globo. Mais feliz ainda, porque muitas "Martas" devem assisti-las. É esse mundinho nosso, mesmo... As relações e as pessoas são coisificadas. Se não são altamente "eficientes", não servem. E não precisa ter síndrome de Down. Basta ser idoso, basta ter qualquer deficiência, em qualquer plano. Quê que a gente faz com esse mundo?

Quanto à torta de maçã, cumpre que eu diga que serei obrigada a fazê-la amanhã mesmo. Não será possível, em hipótese alguma, adiar isto!

E quanto aos gatos "ressuscitados"... Meu Deus!!! Fico feliz pelo Fígaro estar bem, mas essa história... É daquelas que, tipicamente, não sei dizer se são cômicas ou trágicas... Bem, mande um beijo pro bichano e congratulações por estar vivo, em meu nome! rs...

Bom querida, era só tudo isso! Vou deixar um beijo imenso e tudo de bom pra ti!

Com meu afeto,
Salaam
Layla

Sabrina disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Sabrina disse...

Eu ainda não parei para ver esta novela... mas fico feliz por saber que irão abordar este tema.
Muitas vezes, o que falta é a informação... e a sua falta leva ao preconceito ignorante.
O maior problema, talvez, são aquelas pessoas que não são capazes de ver com o coração mesmo depois de serem informadas... me parece que este é o caso dessa personagem Marta e também de boa parte da população.
Um beijo no seu coração e um ótimo domingo.