27.2.12

Da mesma forma como as aves voam para o norte ou para o sul em busca de calor, eu preciso, num sentido oposto, ir para o sul em busca de frio.Preciso me recuperar logo, pois a época de rumar para o sul, mais dois ou três meses, está chegando.Não preciso de mais que uma semana para ir e vir, nem de motivos, só preciso ir.Sou apaixonada pelo mar e por navegar, mas o lugar, em terra firme, que melhor me acolhe é a região das montanhas.Gosto do clima, da vegetação, das cores e dos aromas.Para viver preciso navegar, sair e voltar, mas para sobreviver preciso do verde intenso das florestas.E mesmo do amarelo e vermelho alaranjado dos plátanos.

 

2 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Embora viaje em sentido contrário ao seu, porque preciso do calor ( não em excesso) para me manter vivo, em tudo o resto que aqui escreve estou em sintonia absoluta.

Turmalina disse...

Carlos...provavelmente porque vc mora quase que metade do ano no frio e eu viva o ano todo no calor dos trópicos.
Obrigada pela amizade e presença constante, mesmo que não concordemos em algumas coisas :o)