8.7.11

Acho que hoje acordei algo como Geraldo Avezedo:





Tenho escrito um roteiro tão pesado, tão triste e tão doído que ando precisando espairecer com cantigas assim.
Os diálogos andam exigindo de mim muito mais do que tudo o que já vivi nesta vida.E neste roteiro especificamente a miséria é tanta que não sobra espaço para o romance.Até o que poderia ser amor aqui é seco, é árido.
Sou grata por todo o amor recebido!!!

2 comentários:

Luciana Nepomuceno disse...

pois um abraço com carinho e amizade, minha contribuição pro amor...

Turmalina disse...

Lu...obaaaaa...amor, abraços e carinho eu nunca recuso :o)