26.4.11




Essas são do tempo em que a vida era muito menos complicada ou talvez fôssemos mais iludidos.Confesso que até tenho tido vontade de sentar e chorar (de raiva).
Mas prá quê? Do que ia adiantar? Agora não é hora nem de desabafos.É hora de apanhar de cabeça erguida.Eu acredito num tipo de justiça que muitos chamam de divina.Se é divina ou não, eu não sei, mas tenho certeza que é reflexo dos nossos atos.Eu tô tranqüila, mas o que realmente me tira do sério é toda e qualquer forma de injustiça.E essa afetou muita gente, gente próxima e gente muito querida.Inclusive, eu!
Mas vai passar...
Afinal, o tempo é um químico invisível, que dissolve, compõe, extrai e transforma todas as substâncias morais, já dizia Machado de Assis.
E é bom que eu fique quieta por enquanto, uma vez que não tenho conseguido me expressar direito.

6 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

E eu nem sei o que é, mas tô aqui já enfurecida...pode? Influenciável, parcial e inflamável. ;-)

Amei a figura do tempo como químico...

Turmalina disse...

Querida Lú, se soubesse os detalhes teria motivos de sobra para enfurecer-se.
O que posso lhe adiantar, um dia te conto a história toda,é que estão envolvidos: um ganancioso dirigente da Igreja, um experiente político influente, um sistema judiciário corrompido e um direito constituído e legítimo que nos foi subtraído,
sem motivo nem razão, e que acabou por afetar(de forma negativa) a vida de muitas famílias.
Obrigada pelo apoio :o)

Luma Rosa disse...

O Estado, a Igreja e o povo! Tudo continua igual e nós que nos iludimos. As pessoas não mudam, elas só pioram :P hehehehe peguei pesado mas é isso! Nós mesmos, quando crianças éramos melhores e com o passar dos anos, até a nossa esperança se deteriora! Não sei se desejar boa sorte irá funcionar, mas espero que alguém se ilumine e ache um alternativa de solução.
Gostei do cantor, não conhecia e já estou caçando outras músicas no hypem.
Beijus,

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Nem imagina como as injustiças deste país me têm provocado um indisfarçável mal estar, cara Turmalina...

Turmalina disse...

Luma querida...o Croce é um encanto só.Quanto ao resto, pelo menos, continuo com esperança em mim mesma. Agradeço, de coração, o desejo de boa sorte.Aquece a gente, sabe? E um pouco de iluminação não faria mal a ninguém.Outro dia andei pensando que essa coisa toda dava um belo roteiro, mas depois achei que o assunto era batido demais, afinal é tudo sempre igual.Bom te ler por aqui!
Beijosssss

Turmalina disse...

Carlos...coloca mal estar nisso. Mas não deixe que isso tire a sua paz. Afinal "Justiça" não é a palavra de ordem desse mundo civilizado, democrático e mercantil :o)