17.2.11

Gosto muito de ficar sozinha, quando posso. O que não é o caso agora. Com o cara metade viajando me transformo em quatro, porque afinal já sou quase duas. Preciso me dividir e multiplicar como uma divisão celular ou ainda uma progressão aritmética aonde não se divide nada.
Não sou uma pessoa preguiçosa, mas gosto de dormir até, pelo menos, às 7 da manhã. Sou um ser lunar e notívago por natureza. E nesses dias ando saltando da cama antes das seis. As escolas não deveriam abrir antes das oito, porque às 7:30h os alunos não estão totalmente acordados e nem algumas mães.Coitados dos professores que gostam de dormir um bocadinho mais.
Também não vou dizer que invejo quem acorda cedinho porque nunca tive essa vontade.O pior mesmo de toda essa situação é que quando chega lá pela meio noite a Cinderela aqui já está caindo pelas tabelas.
A idade e os hábitos são cruéis.
Mas prá não dizer que eu só reclamo, estou procurando a boa parte disso tudo.
Saio de casa antes das 7 e só volto, definitivamente, depois das 10. No tempo "livre" que me sobra estou no escritório trabalhando. Ah, mas pelo menos esta parte é tranqüila (até as 10 da manhã), tanto que estou aqui escrevendo essas linhas resmungonas.
Eu quero a minha casa, a minha cama, a minha cozinha, o livro que estou lendo e até mesmo um inocente bordado. Falta muito para o sábado???
Ontem meu filho me perguntou o que íamos fazer no sábado de manhã. Eu respondi:
- Dormir, pode ser?
Ele riu. E eu adoro quando ele ri assim pelo canto da boca :o)
Agora vamos trabalhar!!!

3 comentários:

Blondewithaphd disse...

Ui como eu te percebo... Por aqui o despertador é suposto tocar ^`as 6.00 mas antes dessa hora já me estou a levantar. É triste... :)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Até tenho vergonha de dizer às horas que me levanto. No entanto, se disser que às horas a que a Blonde acorda, muitas vezes ainda estou a trabalhar ( pois, em Buenos Aires são menos 4 horas, em Macau mais oito, eu trabalho com fusos trocados...) creio que compreende a minha preguiça...

Turmalina disse...

Blonde...e eu reclamando de sair de casa às 7. Podia ser bem pior, como acordar naturalmente antes das 6.Força, minha amiga!
Carlos...prefiro mil vezes trocar o dia pela noite. Eu penso e escrevo melhor de madrugada.Mas nem tudo é exatamente como desejamos :o)