9.2.10

Há uns anos atrás Fernanda Abreu fazia sucesso cantando a música "Rio 40 graus". Só que neste verão qualquer cidade bate os 40 graus fácil. Até mesmo Porto Alegre, no extremo sul do país, chegou lá. Ontem, ao descer para o estacionamento do prédio, no terceiro subsolo, comentei com uma vizinha de escritório que achava o ar quente e irrespirável alí. Achei graça no comentário do senhor que seguia conosco: - Ah, minha filha...ainda bem que você disse isso, porque eu já estava achando que o problema era eu. Todo o final de tarde que venho pegar o carro no 3C eu sinto como se o ar me fosse faltar. Fiquei feliz em saber que não é um problema de idade avançada...
A porta se abriu e entramos rindo naquele ambiente abafado e sufocante. Mas que com bom humor tornou-se bem mais suportável. E a vida deve ser levada mais ou menos assim, se está muito quente ou muito frio, não devemos perder a esportiva. Costumo lidar bem com contratempos e contrariedades, mas confesso que o calor infernal estava me irritando além da conta. E não foi preciso mais que um frase daquele senhor no elevador para que eu refletisse sobre a forma como estava reagindo.

3 comentários:

Zoe disse...

vocês com o calor e nós com a chuva que não nos larga!!!!
beijinho
zoe

Milu disse...

Um cenário bem diferente do meu, que quase morro de frio. É um frio que se entranha nos ossos, mais um Inverno deste e acho que me apago.

Turmalina disse...

Zoe e Milu...o tempo está mesmo bagunçado.Acho que resolveu radicalizar...e isso não é bom. Mas vamos torcer para que todo esse radicalismo passe logo :o)
Agüentem firme!!!