2.9.08

Ontem à noite, fuçando umas comunidades no Orkut, encontrei uma que fala de amor prá toda vida. Achei uma enquete que fazia o seguinte questionamento: Por amor, você deixaria livre a pessoa amada para seguir seu próprio caminho? É claro que sim!!! Mas parece que a grande maioria não pensa assim.Parece que a questão aí não é o amor e sim a felicidade.Eu acredito que o amor verdadeiro deixa o outro livre . Mas acho que estou falando de um amor muito raro.E mesmo assim, deixar o outro ir, no começo é doloroso, mas depois ao vê-lo feliz e realizado, a coisa muda de figura.O importante não é ser feliz? Então... eu me considero uma pessoa que não espera tanto assim da vida, eu muito mais faço por merecer do que fico esperando que as coisas simplesmente aconteçam. Prá ser feliz a gente tem que fazer a nossa parte :o)
Tenham todos uma feliz semana!!!

3 comentários:

Giane disse...

Oi, Turmalina!!!

Estou há três meses "processando" um amor que não quis ficar.
E soltá-lo, no começo, não foi nada fácil.
Agora estou mais conformada.
Mais não quer dizer, "de todo".
Eu chego ao todo - cedo ou tarde.

Beijos mil!!!

* Caludinha disse...

Pois é, o que prende é o medo da perda, a insegurança e o sentimento de posse.

O amor verdadeiro é livre e liberta tanto as pessoas quanto os espíritos.

Tem lá no orkut uma comunidade do amor altruísta, ela mostra exemplos claros de libertação.

Não é por amar que devo querer prender quem eu amo. Amo muitas pessoas de diversas formas, algumas, infelizmente conflitam umas com as outras, mas fazer o que, melhor dar liberdade a ambas, viver e deixar viver feliz.

Beijinhos

* Claudinha disse...

de novo caludinha... é Claudinha rsrsrsrs