17.7.07

Hoje acordei péssima...com uma tristeza anormal...
Não sabia muito bem como identificar o que sentia.Lendo aqui e acolá fui percebendo que minha tristeza, uma boa parte dela, se justificava por um mundo de impossibilidades.Por ver muito distante o que eu desejo.Por saber que muito do meu sucesso depende da colaboração do próximo. Não somos polivalentes, nem superpotentes.Com o passar do dia fui tentando me conformar com o que não posso, ou melhor, não devo mudar.
Mas mesmo assim uma pontinha de angústia ficou.Uma sensação de sufoco, de agonia...qdo vejo o noticiário da noite entendo parte deste mal estar.Não é a primeira vez que fico assim antes de um evento catastrófico.E exatamente na hora do acidente com o avião da TAM eu cochilei. Meu fofo até achou graça pq adormeci sentada com um livro nas mãos. Eu não durmo sentada nem dopada.
Pensando nas vítimas desconhecidas do acidente e em suas famílias entendo o motivo de tanta angústia.O que eu posso dizer? Que não importando a crença de cada um, que cada pessoa envolvida com a queda da aeronave, seja de alguma forma confortada.Que uma forte luz envolva o coração de todos...
Hoje ao dormir, farei minha parte. Faça vc tb, emita um bom pensamento para quem precisa...

Um comentário:

Claudia* disse...

Durante 4 anos, entre 1998 e 2002 eu vinha de Porto Alegre nesse mesmo vôo pelo menos 1 vez a cada semana.

Fico pensando em quantas pessoas que já compartilharam desse mesmo trecho comigo e nesse infortúnio acabaram alcançando outro plano.

Que a passagem desses se dê com o mínimo de sofrimento. Rezo por isso.

Não vi ainda a lista de passageiros, mas já temo conhecer alguem que estava por lá.

Agora vê que sua tristeza talvez tivesse muita razão para se instalar naquele momento.

Se estivesse aí, te daria um abraço bem apertado e demorado