3.6.07

Eu voltei só prá escrever sobre um post do dia 31/05 do Caléxico...ele fala sobre ser mal interpretado. Tudo nele fala comigo, até mesmo o discurso de cor vermelho-serrote quando o interlocutor espera tons pastéis.
O último parágrafo me calou profundamente e ele termina assim:
"Mas há cadáveres que, depois de bem velados, precisam deitar no abraço da cova mais funda para que possamos seguir vivendo e nos desentendendo com um pouco mais de compreensão."
Uma noite repleta de sonhos bons!!! Eu quero...

Um comentário:

Claudia * disse...

Essa cova foi profunda, mas os cadáveres prefiro que estejam muito bem, e longe de mim hehehehe