23.4.07

Tem horas que me sinto tão sozinha, mesmo rodeada de muita gente, que até me surpreendo.Mas já melhorei bastante...antes eu me indignava ou talvez me aborrecesse.Eu aprendi que faz parte da vida. É assim que crescemos e adquirimos a tal força interior.Eu tinha o desejo quase infantil de que muitas pessoas pudessem compartilhar o mais íntimo do meu ser, daquelas alegrias que quase te fazem explodir àquelas tristezas de quase matar.Mas cada ser é único, maravilhosamente único.Não sei se sou eu que não me expresso direito ou se é realmente dificíl que outras pessoas nos entendam como realmente desejamos.Eu sei que tudo isto dá até a impressão de uma visão pessimista sobre o assunto.Mas não...o melhor de tudo é que nossa real felicidade não depende de outro, senão de nós mesmos. Eu sou e estou feliz!!! Talvez entre aí a ação contundente do amor, que eu já desisti de entender.É o amor que me sustenta em muitas horas.Ele não preenche alguns vazios que são realmente existenciais e é justamente por viver e amar muito que eles acontecem.Hoje, relembrando tudo o que já passei, acho até engraçado o desespero que me atingia em cheio qdo me deparava com um pequeno vazio.E tem gente que até hoje não sabe que me causou esta sensação.Como eu era bobinha....rs...acho que agora que cresci e sou só bobona!!! Pensando bem também não sei se cresci tanto assim :o)
Ah...a semana começando...e querem saber: eu só quero amar, só quero amar, só quero amar! E de todas as maneiras. Desejo à todos uma semana sensacional com muito amor no coração!!!

Fica aí Um Bom Conselho ( Chico Buarque)

Ouça um bom conselho
Que eu lhe dou de graça
Inútil dormir que a dor não passa
Espere sentado
Ou você se cansa
Está provado, quem espera nunca alcança

Venha, meu amigo
Deixe esse regaço
Brinque com meu fogo
Venha se queimar
Faça como eu digo
Faça como eu faço
Aja duas vezes antes de pensar

Corro atrás do tempo
Vim de não sei onde
Devagar é que não se vai longe
Eu semeio o vento
Na minha cidade
Vou pra rua e bebo a tempestade

Um comentário:

luma disse...

Se expressa bem sim! As pessoas nem sempre estão abertas para conhecer o outro em sua integralidade, não passam do superficial. Estamos sozinhos nessa empreitada até que se prove o contrário, enquanto isso façamos por nós mesmos sem esperar que o outro advinhe o nosso pensamento. Quem sabe não seremos surpreendidas? Boa semana! Beijus