21.1.07

O melhor de ficar sozinha em casa é o silêncio que me permite chorar compulsivamente assistindo Patch Adams pela enésima vez e escutar minhas músicas favoritas ecoando pelo quarto e pela alma. É o silêncio que me permite criar movida pela emoção.É diferente, sabe? Algumas músicas, assim como filmes, livros e quadros, me emocionam mais ,como as do Chico, Tom e Ivan." Anos Dourados" ainda é uma das favoritas.Ela é de uma amplitude ímpar. Diz muito em algumas poucas palavras.Eu ainda vou escrever assim...
Parece que dizes
Te amo, Maria
Na fotografia
Estamos felizes
Te ligo afobada
E deixo confissões
No gravador
Vai ser engraçado
Se tens um novo amor
Me vejo a teu lado
Te amo? Não lembro
Parece dezembro
De um ano dourado
Parece bolero
Te quero, te quero
Dizer que não quero
Teus beijos nunca mais

Não sei se eu ainda
Te esqueço de fato
No nosso retrato
Pareço tão linda
Te ligo ofegante
E digo confusões no gravador
E desconcertante
Rever o grande amor
Meus olhos molhados
Insanos, dezembros
Mas quando me lembro
São anos dourados
Ainda te quero
Bolero, nossos versos são banais
Mas como eu espero
Teus beijos nunca mais!

Volto mais tarde... Foi uma manhã produtiva!!! Agora voltamos com a programação normal: os meninos estão voltando famintos e encharcados da pescaria. :o)

3 comentários:

Luci do 71 disse...

ahahaha ai sua figurinha!
olha eu aqui de novo, estamos numa fase blogueira pelo visto!

to rindo demais do seu "chorar compulsivamente sozinha vendo patch adams pela enesima vez"...rsrsrrs vc é terrível mesmo!

gostou da receita da pan? não sei se é verdadeira, mas vamos tentar de 2007 não passa!

bjs

M&M disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
M&M disse...

Linda música
Linda letra
Linda...
Segunda feira