28.1.07

Ai, ai.... meu maxilar tá dolorido de tanto rir...
Minha mãe tem uma meia irmã do segundo casamento do meu avó que tem quase a minha idade. Minha "tia" mora no Rio e é casada com um médico super figura. Profissionalmente o cara é sério e super respeitado, mas entre nós ele é ele mesmo: divertido, radical e falante. Saímos em 12 para almoçar hoje. Nos vemos em média 2 ou 3 vezes ao ano, e qdo isso acontece é praticamente um evento. Fomos à um lugar bem bucólico e afastado da cidade.Como sempre lota, eles possuem uma área de espera (que leva em média 40 minutos) fenomenal. Em meio à muito verde, mesinhas são estrategicamente posicionadas para que vc se sinta parte da natureza.E lá ficamos por uma hora bebendo e petiscando.Depois de duas taças de Beijo da Vampira eu já estava levinha...levinha...totalmente descontraída. Nota da autora: Beijo da Vampira é uma batida de frutas vermelhas (muitas amoras, framboesas e morangos) com muito gelo e muito álcool...vc pode escolher entre saquê, vodka ou pinga. Eu prefiro saquê. Esta "pequena" taça deve ter capacidade para pelo menos meio litro da bebida.Quando fomos para a mesa já estavam todos de excelente humor! Ninguém reclamava de dor nas costas, joelho, pés, cabeça e etc. A primeira metade do almoço é para cada qual contar das suas aventuras do ano que passou, na outra metade fazemos planos. Assim o tempo passa e a gente nem percebe. Chegamos lá às duas e saímos era quase cinco horas. Na verdade, o que comemos ou bebemos não importa ( se bem que estava excelente), o que vale é o clima fraterno e a boa energia de estar entre pessoas realmente queridas. Foi o melhor almoço de domingo deste ano!!!

3 comentários:

Luci do 71 disse...

O patrão tá na capital de nosso querido estado, assim que ele voltar de lá marcamos o bat horário, pois o bat local já está acertado! se prepara que vou comer até o barco de sushi! uhuuuu

M&M disse...

Reuniões em família, pelo menos as minhas, são bem raras, talvez 1 ou 2 por ano pois muitos primos foram para longe, infelizmente.

Os que estão por perto se encontram, principalmente quando um ou mais dos de longe vêm visitar. É sempre uma festa deliciosa com muita risada e de ficar assim como vc, com dores nos maxilares.

Simone disse...

tais eventos familiares são a cereja do bolo! Boa semana!