6.8.11

Não existem coincidências e sim almas que se afinam. E existe também quem se identifique com essas afinações e afinidades.



E por que falei de Vittorio Storaro logo cedo e acabei com vontade de escutar Ryuichi Sakamoto à noite?
Bem, tirando a parte aonde suas composições me fazem pensar nas pessoas que amo, é porque eles trabalharam juntos em filmes do Bertolucci - O último Imperador e O céu que nos protege , cada qual na sua praia, criando sons e imagens que se completam.

2 comentários:

*Claudinha disse...

Adooooro Ryuichi Sakamoto.. sempre escuto Merry Christmas Mr Lawrence... acho linda tanto a música como a letra.

A do último Imperador também é muito linda, e por você agora estou tomando contato com a trilha de O Céu que nos Protege que não conhecia. Obrigada!

Turmalina disse...

Clau...eu gosto muito do filme todo, do olhar do viajante numa terra estranha e do olhar com estranheza para dentro de nós mesmos.
De nada :o)