24.7.11

O domingo está terminando e não vejo a hora de voltar para o escritório. Preciso de um pouco de trabalho nas veias.Vamos dizer que ultimamente isso tornou-se uma grande alegria na minha vida.Uma das maiores, porque as pessoas podem reagir bem ou mal às mudanças que o destino nos impõe.Eu bem que gostaria de reagissem de uma forma melhor, mas enfim...a vida, a minha vida, segue rapidamente seu curso.
Acho que lido melhor com tudo isso porque vivi praticamente 80 anos em 40 e poucos.E não me arrependo de nada que fiz e não reclamo dos piores momentos pelos quais passei.Até o pior faz parte. E passado, definitivamente, é passado.
O que sempre me mantém é o amor que levo aqui dentro, esse que se ressente algumas vezes, mas que está sempre sorrindo.Afinal não é qualquer coisa que me bota medo.Muito menos bicho papão!
E falando nisso lembrei-me dessa música que escutava muito quando adolescente. Aliás muito mais do que simplesmente escutá-la, eu patinava ao som dela (não é, Aninha?):



Tinha essas outras também:





E Fred Astaire e Gene Kelly também deram suas patinadas por aí:



2 comentários:

Anônimo disse...

Era bom demais!!! Nos aproveitamos muito e como patinar era gostoso! Ate hoje adoro!!!! Beijos e saudades

Turmalina disse...

Era uótimoooo!!!
Foi uma excelente fase das nossas vidas, chovesse ou fizesse sol...rss...
Beijos e muitas saudades