16.7.10

Brrrrrrr....que frio é esse???
Delicioso para estar debaixo das cobertas, só que estou esperando meus hóspedes porque eles estão sem chave.E eles não devem chegar cedo...
Eu é que não vou entrar debaixo das cobertas quentinhas para depois ter que sair para abrir a porta.E ainda por cima mancando...porque toda vez que passo por algum tipo de preocupação é o meu joelho que sente primeiro, é algo totalmente psicossomático.
No começo era a pedra, depois veio o fogo e logo as mulheres conquistaram espaço no mercado de trabalho. Não há mais caminho de volta. Já não sei ficar em casa sem produzir. E foi só eu decidir que não ia mudar para a cidade da filial, que à cada dia sou mais requisitada por lá. Sei que não sou insubstituível, mas conquistei a confiança e o profissionalismo necessários para manter a minha posição. Não queria voltar atrás na minha decisão, mas como nada nessa vida é definitivo, não sei não...enquanto der, ficarei indo e voltando diariamente.
O que eu faço de melhor, além de gerenciar alguns departamentos de uma empresa e de fazer cinema, é cozinhar. Hoje falei para minha mãe que eu tinha vontade de largar tudo e vender lasanha.Por que lasanha? Porque dizem que a minha é imbatível. Acho que é porque eu faço até a massa em casa.E eu gosto de massa fininha...passada diversas vezes no cilindro. É, talvez não desse certo, porque uma coisa é fazer de forma artesanal e outra profissionalmente, mas eu gosto de sonhar. Ou melhor, de criar possibilidades infinitas.

2 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

E, sem saber, tortura quem por aqui passa e é louca por lasanha como eu. Pronto, o resto do dia pensando e desejando um pedacinho...

Turmalina disse...

Lu...da próxima vez que fizer te chamo! Você sabe que o mais engraçado é que lasanha não é dos meus pratos favoritos, e mesmo assim ela sai divina.Acho que o segredo reside no prazer de preparar algo gostoso para os outros :o)