5.4.10

A Terra tremeu e desta vez foi no norte do México...se você é o tipo de pessoa que precisa sentir a terra firme sob seus pés, prepare-se, pois o ano promete muitos e muitos tremores. É assim que temos que aprender a viver. E a segurança que buscamos, muitas vezes não existe.Daí que penso sobre o que é realmente importante para mim.Vou resumir e dizer que são as pessoas e a forma como me relaciono com elas.E foi no blog da Bruna que encontrei um texto que ilustra bem a forma como eu gostaria de me relacionar com as pessoas:
"Um professor, durante a sua aula de filosofia, sem dizer uma palavra, pega um frasco de maionese e esvazia-o...tirou a maionese e encheu-o com bolas de golfe. A seguir perguntou aos alunos se o frasco estava cheio. Os estudantes responderam sim. Então o professor pega uma caixa com cascalhos e coloca-os no frasco de maionese. Os cascalhos encheram os espaços vazios entre as bolas de golf. O professor voltou a perguntar aos alunos se o frasco estava cheio, e eles voltaram a dizer que sim. Então...o professor pegou outra caixa...cheia de areia e colocou-a também no frasco de maionese. Claro que a areia encheu todos os espaços vazios e uma vez mais o professor voltou a perguntar se o frasco estava cheio. Nesta ocasião os estudantes responderam em unânime "Sim !" Em seguida o professor acrescentou 2 copos de café ao frasco e claro que o café preencheu todos os espaços vazios entre a areia. Os estudantes nesta ocasião começaram a rir-se...mas repararam que o professor estava sério e disse-lhes:
Quero que se deem conta que este frasco representa a vida. As bolas de golfe são as coisas importantes como a família, os filhos, a saúde, os amigos, tudo o que te apaixona. São coisas, que mesmo que se perdêssemos todo o resto, nossas vidas continuariam cheias. Os cascalhos são as outras coisas que importam como: o trabalho, a casa, o carro, etc. A areia é todo o restante, as pequenas coisas.Se puséssemos 1º a areia no frasco, não haveria espaço para os cascalhos nem para as bolas de golfe.O mesmo acontece com a vida.
Se gastássemos todo o nosso tempo e energia nas coisas pequenas, nunca teríamos lugar para as coisas realmente importantes.Preste atenção às coisas que são cruciais para a tua felicidade. Brinque com teus filhos, arranje tempo para ires ao médico, namora e vai com a tua/teu namorado/marido/mulher jantar fora, pratiquee o teu esporte ou hobbie favorito. Haverá sempre tempo para limpar a casa. Ocupa-te com as bolas de golfe 1º, das coisas que realmente importam.Estabeleça as tuas prioridades, o resto é só areia.
Um dos estudantes levantou a mão e perguntou o que representava o café.
O professor sorriu e disse:...o café é só para te demonstrar, que, não importa o quanto a tua vida esteja ocupada, sempre haverá espaço para um café com um amigo. "

4 comentários:

Kurogane17 disse...

apakosakkosakospkaks
ótima conclusão do texto.
gostei muito!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Já conhecia o texto, que acho belíssimo. Devíamos parar um pouco para pensar e perceber que andamos a perder o melhor da vida.
Quanto ao sismo, nem me fale... Cada vez que há um registo, lembro-me que Lisboa fica numa zona sísmica e que, um destes dias, chegará a nossa vez...

Pitanga Doce disse...

Menina do céu que o planetinha este ano tá que é uma tremedeira só!

Olha, fala pra mim o que dizem as cartas de tarot para os arianos esta semana. Mas fala lá na árvore sefazfavori.

Aqui chove desde às seis da tarde. Amanhã saio de bote e deixo o carro.

Luci disse...

ahá, é vero é vero!
Carluxa, sempre cabe o café! e aí? let´s go??? starbucks ou pão do cambuí? 18h é horário difícil pra vc??? vou colocar o papai Cesar para pegar o pequeno e lá vamos nós...