15.10.09

"Eu só quero amor..."
Depois de um dia todo lendo e escrevendo sobre a falta de respeito com a natureza, recebo um telefonema aonde descubro um pouco mais sobre a falta de respeito pelo ser humano e mais especificamente falando, pelas crianças. Mais uma vez o tema são as crianças do abrigo e os históricos de violência e abandono que muitas delas sofreram.E por que não são veiculados casos assim? Os indices de violência contra crianças são altíssimos e revoltantes. Eu penso que em primeiro lugar não veiculam para preservar a integridade dessas crianças.E em segundo, porque a sociedade não quer ver, ouvir e nem falar sobre elas.Algumas delas sofrem maus tratos bem piores do que os praticados contra os animais na natureza.Aliás, vou dizer que tá dificíl saber aonde é pior.Depois que eu desliguei eu chorei, mas não foi de tristeza, foi de raiva mesmo. Porque como tudo nesta vida, criticar quem faz é fácil, quero ver fazer. E olha que não estou falando de mim...

3 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Mas depois, para lavar a consciência, proclamam o Dia Internacional da Criança

ameixa seca disse...

Mas há gente que é bem pior que animais!

CGS disse...

Sei do que estás a falar, contacto com situações incríveis na minha profissão e sei que a violência psicoógica existe escondida e pode ser, muitas vezes, pior do que violência física. Infelizmente. mesmo quando conhecemos os casos e temos provas concretas deles, a sociedade não nos dá grandes meios para os combater. É revoltante e provoca uma grande angústia.