22.10.09

Acho que estou de mal humor...acabei de ler umas coisas super positivas, recebidas por e-mail e isso me irritou, parece que algumas pessoas criam um mundo particular ideal, se trancam lá dentro e jogam a chave fora, enquanto o restante do mundo está desabando... E são pessoas que eu gosto e com as quais me dou muito bem.Mas a minha visão de vida é que ela é muito curta, ou pode ser muito curta, então não perco tempo com pequenas coisas e nem me enganando. Eu conheço bem os meus defeitos e minhas qualidades.E se não consigo lidar bem eles, é com plena consciência das minhas limitações. E mesmo assim ainda encontro espaço para o sonhar e o desejar. E honestamente, fazer o papel da pessoa que abre os olhos alheios cansa!
Também algumas discussões me irritam.Principalmente aquelas que não vão mudar coisa alguma, como as declarações do Saramago. Honestamente, o que muda se ele está certo ou errado? Como já disse anteriormente vou continuar lendo-o de qualquer jeito, porque gosto do seu estilo.Minha admiração pela obra toda dele vai continuar a mesma. E como qualquer autor, tem alguns livros melhores e outros piores.E outro autor que eu gosto muito e que tb é criticado por sua postura é o Ariano Suassuna.Pois eu acho o homem um gênio.E respeito todos os seus posicionamentos e radicalismos.Enquanto são posturas que não prejudicam o próximo, considero-as totalmente aceitáveis.
Concordo que a fé de cada um seja um tema muito delicado. Eu mesma me ofendo enquanto ser humano com alguns posicionamentos das Igrejas dirigidas pelos homens.É só eu não frequentá-las que o problema está resolvido. Quem se sentir ofendido com o Saramago que não leia seus livros. O ser humano tem a péssima mania de se sentir ofendido com pouco e naturalizar o que é realmente ofensivo.

3 comentários:

Renata disse...

Ai, onde é que eu assino? Eu também me irrito demais com quem discute por simples opinião!

Beijo.

ameixa seca disse...

Mas a questão passa para além do livro. Confesso que não gosto dele como pessoa, pelas afirmações que faz, pela arrogância e pela superioridade que acha que tem. A opinião em relação à igreja é dele, mas não precisa ofender quem tem fé e não precisa de o fazer publicamente. Não falo por mim porque não vou à igreja, nem tão pouco me serve a carapuça, mas ele é que levantou a polémica e não foi só pelo livro... isto já tem muitos anos.
Se ele não acredita em Deus, porque raios diz que ele é uma pessoa má, arrogante e etc? Ele não existe, não pode ser nada disso he he
Não ligues e não leves este meu comentário como uma defesa... é só a minha opinião do outro lado do espelho.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Tem toda a razão Turmalina. Como sabe já escrevi nesse mesmo sentido, porque não suporto gente que se sente ofendida por alguém tocar em matérias que as afectam, mas não lhes dizem respeito.
Ser humano é assim em quase toda a parte do mundo, mas eu fico sempre biruta quando vejo reacções estúpidas e por vezes hipócritas, como são muitas da que se fizeram em relação a Saramago.