2.12.08

No meu biscoito da sorte estava escrito:
"Os seus talentos serão reconhecidos e recompensados à altura"
Na semana passada escutei mais de uma vez que não sou famosa pq não quero.Isso sem falar nas inúmeras vezes que ouvi que sou um talento desperdiçado. Na verdade, na contramão do sucesso, não desejo mesmo ser "famosa". Eu quero é ver meu trabalho reconhecido e principalmente compartilhado infinitivamente.Eu só quero escrever e transformar.Filmar é conseqüencia!!! As pessoas que querem ficar famosas, nesse mercado extremamente competitivo, precisam produzir muito e compulsivamente até que um de seus textos emplaque.Eu nunca fui competitiva.Prefiro seguir o meu ritmo e principalmente a minha inspiração.Hoje, já com uma pequena projeção regional, não sou famosa e sim realizada e respeitada no que eu gosto de fazer.E isso me basta, afinal a "fama", nos dias de hoje, tem seu preço e com certeza não quero pagar por ela :o)

5 comentários:

Lilica disse...

Peguei o bonde andando, mas acho que o sucesso independe da fama né! Um não precisa andar de mãos dadas com o outro. E pelo que vejo, para você o que mais importa é o sucesso e não a fama né! Então boa sorte! Que seus desejos se realizem e que o biscoito da sorte esteja certo!
Beijão

Layla disse...

Turmalina querida, eu te compreendo... Tantas vezes ouvi que eu deveria "investir" mais na minha auto-promoção enquanto "dançarina do ventre", me inscrever nos inúmeros concursos Brasil afora, inserir-me no mercado voraz da dança árabe paulistana... A pergunta é: "para quê????". Sempre respondo que não faço dança para ser famosa, mas para ensinar, educar, instruir, transformar... Para espalhar beleza ao mundo. Mas deve ser difícil, às pessoas, compreender que o que elas chamam de "falta de ambição" eu chamo de simplicidade. E como é difícil ser simples! Como é difícil ver beleza no trabalho cotidiano, na vida de todo dia, na felicidade de estar incógnito num cinema cheio...rs.
Um beijo.
Salaam.

Giane disse...

Oi, Turmalina!

Engraçado.
Eu também nunca fui competitiva.
Sou aquela paulistana que sai mais cedo de casa só para poder ir com calma para o trabalho e dar passagem para os mais apressados ou estressados.
Acredito que possamos ser felizes sem ter que "esmagar" uns aos outros.
Alguns me chamam de sossegada outros de preguiçosa e eu dou um sorriso. Para que ceder as pressões do mundo se sou Feliz assim?
Estar bem comigo é o mais importante e acredito que seja assim com você e outras pessoas também.

Tur, "linkei" seu blog para que as pessoas possam ler os artigos que escreveu sobre as enchentes em Santa Catarina e de quebra os demais aqui. Desculpe não pedir autorização, se houver algum inconveniente, por favor, avise-me e retiro o link imediatamente.

Desde já agradeço sua colaboração.


Beijos mil!!!

Quase Trinta disse...

Vou pegar carona no comentário da Lilica, peguei o bonde andando...rs
Mas acho que o sucesso é consequência do reconhecimento de um trabalho bem feito e não necessáriamente está relacionado a fama.

Leticia Rojas disse...

meu oq vc falou é certo naum vemos escrever para ter fama mas sim para nos sentirmos bem neh..eu me sinto mto bem escrevendo no meu blog só tem textos q eu mesma fiz mas mtos criticam e outros elogiam pra mim naum ligo no momento aceito sugestões mas gostei mesmo do seu blog bjos leticia rojas