30.5.07

Não nego que sofra de uma certa urgência nessa vida...mas é o meu jeito de ser. Também sem exageros, não sou do tipo que quer tudo para ontem, mas gosto de saber com o que posso contar para o amanhã. Eu espero, mas não muito!
Sou uma pessoa que realiza por conta exatamente desta urgência. Se assim não fosse eu não me reconheceria em mim.Não sou de fazer tipo para agradar, ame-me ou deixe-me. A vida é suficientemente curta para perdermos tempo com coisas pequenas.O amor me sustenta e só a falta dele me derruba.E tem dias em que ele me faz muita falta porque apesar da aparente fortaleza, preciso ouvir: eu te amo! E nem sempre quem te ama sabe perceber. Aí vc aprende que não há melhor pessoa no mundo para te amar, do que vc mesma. Aí a coisa pega e os outros amores vc vai deixando em segundo plano. E eu não consigo... pq eu tb: ou amo, ou deixo!

2 comentários:

luma disse...

Acho que vivemos com o simples propósito de ter paciência, porque nem tudo sai como esperamos. As pessoas muito menos agem simplesmente pensando em não magoar. Faz-se automaticamente como que sobrevivendo. Eu não quero apenas sobreviver, quero viver muito!
Beijus

Luci do 71 disse...

***
***
MAIS FUMAÇA

estou sem net!!!

beijos saudadenormes!